Renda Extra

12/09/2018

10 dicas úteis para montar a Mala da Maternidade

Um dos momentos mais lindos e especiais na vida de uma mulher é o nascimento de um filho. É uma preparação que dura 9 meses e nesse tempo a mamãe prepara todos os itens para a chegada do bebê.

Pensa no quartinho, nas roupinhas e sapatinhos do bebê e no enxoval completo.

E quando a hora de ir para maternidade está se aproximando chega o momento de montar a mala da maternidade e nesse momento surgem muitas dúvidas do que levar e como montar essa mala.

Nesse texto vamos dar 10 dicas úteis para você que está passando por esse momento:

Dica 1) Quando?

A melhor época para montar a malinha da maternidade é um mês antes da data prevista para o parto.

Nessa fase a grávida ainda se encontra disposta e ativa, podendo assim montar tudo com calma e sem nenhum tipo de stress.

Outro ponto importante é saber que essa data pode adiantar e você não vai querer, no meio do corre-corre de um parto, estar sem a mala pronta.

Dica 2) Que tipo de mala devo levar:

Esse é um item bastante pessoal e cabe a cada mamãe decidir o que será melhor e mais prático para ela.

Muitas optam por 2 malas separadas (uma só para o bebê e outra só para a mamãe) e outras preferem fazer uma só mala bem grande com tudo dentro.

Tem gestantes que optam por uma mala tradicional para as roupas da mamãe e uma bolsa ou mochila do bebê que poderá ser usada para os passeios com a criança durante um bom tempo.

Enfim, nesse assunto não existe regra e sim a opção que melhor se encaixará na sua vontade e no seu orçamento.

Dica 3) Qual época do ano o bebê vai nascer:

Essa é uma dica muito especial, pois a maioria das maternidades te dá uma lista pronta do que levar na mala, mas é muito importante adequar essa lista a estação do ano.

Se for verão não precisa exagerar tanto em quantidade de mantas e roupas mais pesadas, já se for inverno é importante pensar em luvas, gorros, muitas meias e casaquinhos.

Siga a lista da maternidade, mas também siga sua intuição de mãe...você vai ver que ela já funciona mesmo antes do bebê nascer.

Dica 4) Preparação das roupinhas:

Sempre é bom lembrar que as roupinhas devem ser lavadas com sabão de cocô ou algum sabão específico para bebês recém-nascidos, pois sabão comum pode trazer algum tipo de alergia a pele delicada do bebê.

Depois de passadas as roupinhas podem ser separadas por dia (exemplo: dia 1 na maternidade, dia 2, etc) e organizadas em saquinhos. Esses saquinhos podem ser plásticos ou de tule ou organza (vendidos em sites e lojas de bebê).


Assim fica tudo em ordem e facilita a vida da mamãe e das enfermeiras.

Dica 5) Documentos e outros:

As vezes ficamos tão concentradas em não esquecer nada para o bebê e acabamos esquecendo itens muito importantes e que também precisam ser levados para a maternidade.

Listamos aqui alguns documentos e itens:
  • RG e CPF da mãe e do pai
  • Certidão de casamento (caso os pais sejam casados)
  • Carteirinha do convênio ou plano de saúde
  • Autorizações emitidas pelo médico ou pelo convênio
  • Todos os exames realizados no pré-natal (esse é um item super importante, pois você pode precisar se atendida por um plantonista até que seu médico chegue ao local e com os exames em mãos ele saberá todo o histórico da gestação).
  • Lembrancinhas e Porta Maternidade (se assim você desejar)
  • Celular e carregador de celular
  • Bebê conforto (Saiba que nenhum hospital ou maternidade libera o bebê sem a cadeirinha específica para o recém-nascido)
  • Livro de visitas, caso você queira registrar quem veio visitar na maternidade
  • Lista de nomes e números de telefone das pessoas que você gostaria que fossem avisadas sobre o nascimento.
Dica 6) Mala do Bebê:

A maioria dos hospitais e maternidades fornece uma lista com os principais itens que devem ser colocados na mala do bebê. Tenha em mente a época do ano e o número de dias que vocês ficaram internados.

Prepare uma roupinha especial para a Saída da Maternidade e para as primeiras fotos com a família.

Dica 7) Mala da Mamãe:

Essa mala é um pouco mais fácil de montar, pois você ficará a maior parte do tempo de pijama.

Não se esqueça de providenciar pijamas ou camisolas com abertura na frente para a amamentação, calcinhas pós parto, cinta pós parto (se seu médico indicar), chinelinhos, sutiã de amamentação e robe ou roupão para as voltinhas que você terá que fazer no corredores da maternidade.

Providencie absorventes pós parto (encontrados em qualquer farmácia).

A roupa de saída da nova mamãe seve ser leve e um pouco mais larguinha, pois alguns dias após o parto o inchaço ainda é bem grande.

Dica 8) Mala do Acompanhante:

Não esqueça de montar uma malinha para o papai ou para a pessoa que irá te acompanhar durante a estadia na maternidade.

Uma bolsinha com itens de higiene, uma roupa de dormir e revistas ou um livro.

Dica 9) Caminho para a Maternidade:

Faça testes para diversos caminhos alternativos até a maternidade escolhida em diversos horários do dia. Assim quando as contrações começarem você pode escolher qual o melhor caminho naquele horário.

Também é importante ter um roteiro de outros pontos onde você possa estar como no trabalho ou na casa da sua mãe.

Dica 10) Dicas finais:

Sempre ande com o telefone do seu médico dentro de sua bolsa, o ideal seria até o seu cartão de gestante estar sempre com você. Caso você precise da ajuda de alguma pessoa na rua ou no seu trabalho.

Lembre-se de montar a sua mala com itens de higiene, leve também um batom e uma make, você será bastante fotografada nesses dias.


Sou Marília Tannuri Verni, mãe de 2 meninos (Ian - 11 anos e Lorenzo - 4 anos), publicitária, idealizadora do Portal Grávida em Campinas e Proprietária do E-commerce Petit Papillon Bebê & Criança. Uma apaixonada pelo universo infantil e por todas as chances que a maternidade nos proporciona.

Nenhum comentário:

Postar um comentário