Renda Extra

29/10/2018

Entenda do que se trata o Outubro Rosa e como prevenir e combater o câncer de mama

Entenda do que se trata o Outubro Rosa e como prevenir e combater o câncer de mama

O movimento Outubro Rosa nasceu na década de 1990 com o objetivo de conscientizar a participação da população, principalmente a feminina, na prevenção e controle do câncer de mama. Todo ano o mês de outubro é dedicado a compartilhar informações sobre o câncer de mama para proporcionar maior participação das mulheres na luta contra a doença e para facilitar o acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento. 

O Instituto Nacional de Câncer (INCA) faz parte do movimento desde 2010 promovendo eventos técnicos, apresentações e debates sobre o tema, além de produzir materiais educativos sobre prevenção e detecção precoce da doença.

Mas afinal, o que causa o 
câncer de mama?

A causa da doença não pode ser definida em poucos itens, pois vão de fatores comportamentais (como sedentarismo e consumo de bebida alcoólica) e hormonais (primeira menstruação antes de 12 anos, primeira gravidez após os 30 anos ou não ter tido filhos) a fatores genéticos (histórico familiar de câncer de ovário). Além disso, a idade é um fator importante e de risco para a doença tendo em vista que cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos de idade, segundo o INCA.

O diagnóstico da doença pode ser feita precocemente, o que aumenta as chances de tratamento e cura. Uma parcela grande dos cânceres de mama são descobertos pelas próprias mulheres a partir do conhecimento do próprio corpo. Independentemente da idade, cada mulher sabe o que é comum ou não em suas mamas. 

Além disso, há análises clínicas que são importantes para a detecção da doença. Recomenda-se que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreamento (para quando não há sinais ou sintomas) a cada dois anos. Com esse exame é possível identificar a doença antes mesmo do aparecimento de sintomas.

Há, também, a possibilidade de realizar uma mamografia diagnóstica. Este é um exame complementar - oferecido pelo SUS oferece para todas as idades, quando há requerimento médico - que tem como objetivo analisar lesões e manchas suspeitas na mama e pode ser solicitada em qualquer idade, apesar de ser muito rara a execução em mulheres jovens. assim como outros exames complementares com finalidade de investigação de lesões suspeitas da mama, pode ser solicitada em qualquer idade, a critério médico. 

É importante salientar que cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como a prática regular de atividades físicas, amamentação, alimentação saudável, manter o peso adequado e evitar o consumo de bebidas alcoólicas. 

Lembre-se que é imprescindível procurar imediatamente um serviço para diagnóstico ao identificar alterações persistentes nas mamas como caroço fixo e, geralmente, indolor, pele da mama avermelhada, alterações no mamilo, pequenos nódulos na região das axilas ou no pescoço ou saída espontânea de líquido dos mamilos. No entanto, tais alterações podem não ser, necessariamente, câncer de mama.



Nenhum comentário:

Postar um comentário