Renda Extra

17/07/2018

Mitos e verdades sobre a acne

Listamos tudo o que você precisa saber para não se confundir sobre o surgimento de cravos e espinhas.

Você sabia que 80% da população sofre ou já sofreu com algum grau de acne em suas vidas?  Considerada o pavor dos adolescentes, essa manifestação cutânea é muito comum e normalmente ocorre de maneira muito pontual.

Entretanto, se cravos e espinhas começaram a aparecer com muita frequência, pode ser a hora de procurar um especialista.

Sabe-se que existem mais de cinquenta tipos de acnes, que se formam na pele pelos mais variados motivos. A acne é reconhecida pela Organização Mundial de Saúde como uma doença que pode ser  originada por diversos fatores, como hormonal, emocional e alimentar.

Além disso, é preciso considerar que pode haver uma predisposição genética em alguns indivíduos, colaborando diretamente para o surgimento do problema. Mesmo com diversas pesquisas e tratamentos para combater estas erupções na pele, existem alguns mitos que persistem há anos.

Se você sofre com este tipo de problema e se confunde na busca de um tratamento ideal, não se preocupe! Iremos pontuar para você os mitos e verdades sobre este mal que atinge principalmente os adolescentes.

E lembre-se, buscar um médico especialista é sempre a melhor a escolha a ser feita em busca do tratamento ideal para espinhas.

Principais mitos e verdade sobre a Acne

1. Usar receitas caseiras funciona

Este é um grande mito. Não utilize máscaras caseiras, creme dental e pomadas contra assaduras. Lembre-se que não existem milagres com alimentos e misturas preparadas em casa. 

Procure utilizar sempre produtos dermatologicamente testados e não invente receitas magníficas, com certeza isso irá prejudicar ainda mais a sua pele.

2. Vitaminas e suplementos são indicados

Também é Mito. Corticóides, hormônios, anabolizantes e complexos vitamínicos pioram os sintomas e o aparecimento das acnes. É extremamente perigoso a automedicação e o uso de vitaminas sem uma prescrição médica.

3. Lavar o rosto com água quente piora

Sim, piora e muito. Sabe-se que a água quente não é indicada para cravos, acnes e espinhas uma vez que retira de maneira agressiva a oleosidade da superfície da pele.

Como consequência, suas glândulas sebáceas são obrigadas a trabalharem mais rápido para repor a substância perdida. Lembre-se que a oleosidade é um ambiente mais propício para a proliferação das espinhas. 

4. Ansiedade e stress provocam acne

Sim, o stress influencia o surgimento das acnes. A ansiedade diminui a imunidade da pele do indivíduo. Como consequência, radicais livres serão liberados o que acarreta o aparecimento de cravos, espinhas e acnes.  

5. A acne é contagiosa

Este é um mito e tanto. Não, a acne não é contagiosa. Apesar de ser considerada uma infecção cutânea, não existe a menor possibilidade de ser transmitida para outro indivíduo por meio do contato físico.  

Portanto, se você conhece alguém com problemas de acnes e espinhas, não se preocupe, abraços e beijos estão liberados. 

6. Espremer as espinhas piora a acne

Verdade. Quando se espreme uma espinha, o seu quadro de inflamação aumenta de maneira expressiva. Aliás, esta é a principal regra quando se tem espinha no rosto, não as exprema. 

Ao espremer uma acne ou espinha, você não só está correndo o risco de contaminar a pele com micro-organismos, como pode aumentar o processo inflamatório e também causar manchas, marcas, lesões e cicatrizes. 

7. Comer chocolate não pode

Pode sim se jogar no chocolate. Não há estudos científicos que comprovem que qualquer alimento específico, inclusive o chocolate, provoque ou aumente a acne.

O chocolate não é o causador da acne, a não ser que você seja alérgico a alguns alimentos como o cacau, o leite, a castanha. Normalmente, em período pré-menstrual, as mulheres tendem a comer mais chocolates.

Entretanto, o que leva mesmo ao aumento da acne é o pico de hormônios na antes, durante ou depois da menstruação.

8. O clima interfere no aspecto da pele

Sim, isso é verdade. Sabe-se que no verão, o suor, associado ao uso de filtros solares muitas vezes bem gordurosos pioram a oleosidade da pele. 

Como vimos anteriormente, o aumento da oleosidade da pele acarreta no surgimento de acnes e espinhas. 

9. Existem medicamentos que aumentam a acne

Existem sim medicamentos que podem aumentar o quadro da acne na pele do indivíduo. Entre eles, podemos citar polivitamínicos, vitaminas do complexo B, corticóides, lítio etc. 

10. A acne é hereditária

Verdade. Existe uma predisposição genética para o seu aparecimento. É muito provável que você também venha a ter acne se este problema acometeu seus pais ao longo da vida. 

Conforme podemos notar, muitos fatores podem causar o surgimento de acnes e espinhas. Entretanto existem alguns mitos que atrapalham muitos indivíduos por aí.

Este é um problema que pode ser encontrado em vários estágios e cada um deles pode pedir um tratamento diferente. 

Procure sempre por um médico especialista e não se esqueça de utilizar produtos antissinais, cremes antissinais de qualidade, sempre indicados por um bom dermatologista. 

12/07/2018

10 Piscinas Feitas com Materiais Alternativos

Esqueça as piscinas convencionais! Atualmente são os materiais diferentes que mais fazem sucesso no mundo das piscinas. As opções são várias, desde simulação do ambiente de praia até utilização de containers marítimos. 

Para que esteja sempre informado sobre o que está na moda, hoje o Habitissimo mostra-lhe 10 piscinas feitas com materiais alternativos. Veja as próximas imagens e inspire-se!

Piscina feita com areia 

As piscinas em areia compacta são uma das maiores tendências no mundo das piscinas atualmente. Além de nos remeterem para outro ambiente, na nossa própria casa, têm a vantagem de ser muito resistentes e antiderrapantes. É ótima tanto para crianças, como para pessoas com mobilidade reduzida. Tem um custo um pouco mais elevado do que as piscinas tradicionais, mas é um verdadeiro paraíso, certo?

Piscina em containers

E esta? É verdade, fazer uma piscina através da reutilização de containers marítimos, está na moda. Como são feitos para transportar mercadorias em grandes distâncias, acabam sendo muito resistentes e impermeáveis. A estética depois fica com você, tanto pode colocar apenas o container no seu jardim, como dar um ar mais sofisticado e fazer uma elevação no piso para que em um dos lados fique ao nível da piscina.


Piscina de concreto

Este tipo de piscina feita em concreto é ideal para dar um ar mais rústico ou alternativo. Você pode optar por um acabamento mais simples, como por uma superfície totalmente lisa. A vantagem? É bastante resistente e versátil, até porque se pode adaptar a qualquer estrutura ou espaço. Uma piscina deste tipo pode revelar-se um pouco mais cara do que a tradicional, por exigir um maior trabalho de design.


Piscina em vidro 

As piscinas de vidro são uma tendência cada vez maior, seja numa das laterais da piscina ou apenas em um pequeno espaço. É muito moderna, elegante e pode ser feita em qualquer tamanho ou formato. Adorou? Então saiba que é também uma opção muito segura, apenas deve ter em conta que deve ser feito por um profissional que calcule a espessura indicada.


Piscina com fundo móvel 

Nunca ouviu falar? Trata-se de um tipo de piscina com uma estrutura flutuante, que através de um sistema de base flexível, permite mudar a profundidade! Ideal para quem não sabe nadar ou até mesmo por segurança enquanto as crianças ainda são pequenas. Pode ser integrado em piscinas de até 10 metros quadrados.




Fonte das fotos: habitissimo.com.br

28/06/2018

Motivos para morar em casas de condomínio fechado

Independente da cidade onde se mora a busca por uma moradia que te dê conforto e segurança é enorme, não é mesmo? E é por isso que as casas em condomínio fechado se tornaram uma tendência.


Ter o conforto que uma casa oferece, com o quintal, mais espaço e privacidade, unido não só a segurança mas também a inúmeras outras facilidades que os condomínios oferecem é tudo que muitas pessoas desejam. E isso tudo fica ainda melhor em opções de orçamento diversos, isso mesmo,  embora muito práticos esse tipo de moradia consegue atender os formatos de famílias e “bolsos” mais variados.

Para quem tem crianças esse tipo de moradia é ideal, pois seus filhos vão poder fazer mais barulho do que em apartamentos e não incomodar a vizinhança, outra vantagem é o senso de comunidade, pois  seu filho ou filha com toda certeza encontrará outras crianças para fazer amizade e brincar.

Outra coisa que precisamos dizer, é que esse tipo de empreendimento também é um bom investimento, desde para a compra de uma casa para alugar até a construção de um condomínio inteiro. Como é o tipo de moradia que tem sido altamente procurado com toda certeza será um bom negócio para se investir.

Se você ainda não se convenceu preparamos uma lista de motivos para não restar dúvidas que sim, morar em um condomínio de casas é uma boa ideia, veja:


  • Segurança 24;
  • Espaço para lazer;
  • Liberdade para crianças;
  • Diversas opções de tamanhos;
  • Senso de comunidade;
  • Conforto;
  • Mais privacidade;
  • Menos incômodo com vendedores, entregas e etc;
  • Um bom investimento.

Agora aposto que você está convencido, procure opções desse tipo na sua cidade, pesquise e se informe mais e depois disso, prepare-se para a mudança! Uma boa dica, é antes de alugar conversar com os moradores do condomínio eles podem te dar informações valiosas.


27/06/2018

Dicas para Acabar com o Corrimento

O corrimento é um problema que atinge mulheres de todas as idades e pode ser resultado de uma série de manifestações. Além disso, existem diferentes aspectos, cores e com ou sem odor.

Embora a indústria farmacêutica ofereça muitas soluções, existem outras formas de acabar com o corrimento. Porém, enfatizamos aqui que você deve sempre consultar o seu médico para um melhor tratamento. 

Saiba que somente um profissional especializado poderá identificar o problema e analisar quais as melhores formas de tratá-lo. 

6 formas de eliminar o corrimento vaginal

Se você perceber que as causas do corrimento são naturais e não há qualquer desconforto ou dor, pode recorrer a tratamentos caseiros.  Mas se após três dias você ainda continuar com esse problema, é melhor consultar um médico. Veja algumas formas de tratamento natural:

1. Coma quiabo

O quiabo contribui no tratamento contra o corrimento por auxiliar na remoção do muco do sistema, diminuindo assim, a secreção vaginal. Basta ferver por 20 minutos alguns pedaços de quiabo em meio litro de água, adicionar mel e beber essa mistura por até três vezes ao dia.

2. Faça banho de assento

Você pode utilizar folhas de goiabeira para isso, pois ela é muito benéfica. Para isso, faça uma infusão, ou seja, basta ferver 1 litro de água, tirar do fogo e adicionar 30 gramas de folhas do pé de goiaba. Tampe para abafar a mistura e deixe agir por 5 minutos. Utilize ainda morno ao fazer o assento na região íntima. Repita o banho por até três vezes ao dia.

3. Use vinagre de maçã cidra

É uma solução que ajuda a restaurar a flora vaginal, melhorando sua qualidade ácida e reduzindo o odor. Isso é possível porque o vinagre de maçã cidra contém propriedades antisséptica e ácida. Basta misturar o vinagre com água destilada e fazer a lavagem vaginal diariamente.

4. Use roupas leves e evite calça apertada

O cuidado com as roupas ajuda muito e o recomendado é utilizar roupas de tecidos leves, calcinhas de algodão e evitar o uso de roupas apertadas. 

5. Higienize adequadamente a região íntima

Mantenha a região íntima higienizada, lavando-a com sabão neutro e água morna e não use sabão com perfumes. Isso ajuda a combater o problema. Além disso, não faça duchas vaginais.

6. Aposte nos alimentos certos

Você sabia que a alimentação ajuda no combate ao corrimento? Para isso, considere uma alimentação natural, à base de verduras, legumes e frutas. Entre os mais indicados, estão: romã, chicória, limão, couve, melancia, morango e melão. O iogurte natural também pode ser uma boa opção. Esses alimentos agem no pH da região íntima, contribuindo com o reequilíbrio da flora bacteriana dessa região. 

Quando devo procurar um médico?

Se você já tentou alguns desses tratamentos citados acima e nada adiantou ou percebeu que o corrimento apresenta mau cheiro e coloração amarela ou marrom, você deve buscar ajuda médica.

Vale saber que o atendimento com ginecologista é fácil de marcar, tanto nas redes de planos de saúde como pelo SUS. Portanto, não deixe de agendar a sua consulta médica o quanto antes.

Escrito por Andreia Silveira, colaboradora do PlanodeSaude.net.