23/02/2017

Saiba o Que Fazer para Evitar a Ressaca

Carnaval no Brasil é sinônimo de dança, samba, festa, bebidas embalados em 4 noites de muita diversão. Então fique sabendo na hora de comemorar que beber álcool tem seus prós e contras.
Uma das piores coisas sobre isso é obter uma ressaca na manhã seguinte.

Como você deve saber, ressacas são desagradáveis efeitos depois de tomar muito álcool.
São caracterizados por vários sintomas terríveis.
Isso inclui dor de cabeça, fadiga, sede, tonturas, náuseas e perda de apetite.
A gravidade da ressaca varia entre os indivíduos, mas a maioria das pessoas concorda que eles são altamente desagradáveis.

Não surpreendentemente, todos os tipos de "curas para ressaca" existem, alguns dos quais são reivindicados para ser altamente eficaz. A evidência por trás deles é limitada, e a maioria ainda não foi estudada.

Mesmo assim, existem algumas estratégias que têm mostrado algum potencial.
Aqui estão sete maneiras baseadas em evidências para evitar ressacas, ou pelo menos torná-los significativamente menos graves.

Beba com moderação

A gravidade de ressacas aumenta com a quantidade de álcool consumido.
Por esta razão, a melhor maneira de evitar a ressaca é beber com moderação (ou abster-se completamente).

A quantidade de álcool necessária para produzir uma ressaca varia entre os indivíduos.
Algumas pessoas precisam apenas de uma ou duas bebidas, mas a maioria das pessoas precisa de muito mais.

Cerca de 20% das pessoas simplesmente não aparecem para obter ressacas, não importa o quanto eles bebem.
Dito isto, a moderação nem sempre é uma opção viável. Algumas pessoas gostam de beber, e estão dispostos a fazê-lo apesar de saber que eles podem se arrepender de manhã.

Felizmente, existem algumas coisas que você pode fazer para atenuar os danos.
A gravidade da ressaca está diretamente relacionada com a quantidade de álcool consumida.
Beber com moderação, é a melhor maneira de evitar uma ressaca.

Evite Bebidas com Congêneres, Subprodutos Tóxicos de Produção de Álcool

O etanol é o ingrediente ativo principal em bebidas alcoólicas. Quando o etanol (referido simplesmente como álcool neste artigo) é produzido por leveduras de fermentação de açúcar, produtos secundários chamados compostos, afins são formados.

Congêneres são produtos químicos tóxicos, além do próprio etanol, formados em pequenas quantidades quando o álcool é produzido. Congêneres bem conhecidos incluem metanol, isopentanol e acetona.
Bebidas alcoólicas com altas quantidades de congêneres parecem aumentar a frequência e a intensidade de ressacas, em comparação com bebidas que contêm baixas quantidades.

Bebidas ricas em congêneres incluem uísque, conhaque e tequila. O uísque Bourbon é excepcionalmente alto em congêneres.
Por outro lado, bebidas incolores como vodca, gim e rum, contêm baixos níveis de congêneres. De fato, a vodca contém quase nenhum congêneres.
Vários estudos compararam os efeitos da vodca (baixa em congêneres) e do uísque (alta em congêneres). Tanto a frequência e intensidade das ressacas foram encontradas para ser maior após uísque de vodcas.

Apoiando isso, dois estudos descobriram metanol, um congênere comum, a ser fortemente associado com sintomas de ressaca.
A gravidade da ressaca pode ser significativamente reduzida por beber bebidas claras (baixas congêneres), como vodcas, gim ou rum.


Beber uma bebida na manhã seguinte

Tratar uma ressaca tomando outra bebida parece paradoxal. No entanto, é um remédio para ressaca famosa.
Embora o hábito não tenha sido provado ser eficaz, há alguma ciência interessante por trás dele.

Simplificando, beber mais álcool (etanol) é acreditado para afetar o metabolismo, o metanol um congênere conhecido encontrado em pequenas quantidades em algumas bebidas.
Depois de beber, o etanol é convertido em formaldeído, uma substância altamente tóxica. Esta se acredita ser em parte responsável por muitos dos sintomas de ressaca.

No entanto, beber etanol (álcool) na manhã após podem inibir este processo de conversão, impedindo o formaldeído de ser formado.
Em vez disso, o etanol pode ser descarregado inofensivamente do corpo com respiração e urina. É por isso que o etanol é frequentemente utilizado para o tratamento de envenenamento.

Tudo isso dito, ter outra bebida alcoólica de manhã é fortemente desencorajado como um remédio de ressaca.
É frequentemente associado para atenuar algumas ressacas, mas não vale o risco de se tornar um alcoólatra.
Beber mais álcool na manhã seguinte é um famoso remédio para ressaca. Este método arriscado ainda tem de ser provado eficaz, mas há alguma ciência interessante por trás dele.

Beba muita água

O álcool é um diurético, o que faz você fazer xixi mais do que se estivesse a beber uma quantidade igual de água limpa.
Por esta razão, o álcool pode contribuir para a desidratação.

Embora a desidratação não seja considerada a principal causa de ressaca, pode contribuir para sintomas como sede, dor de cabeça, fadiga e boca seca.
Felizmente, desidratação é muito fácil de evitar. Apenas certifique-se de beber bastante água.

Uma boa regra é beber um copo de água (ou outra bebida não alcoólica) entre as bebidas, e ter pelo menos um grande copo de água antes de ir dormir.
Beber muita água pode ajudar a reduzir alguns dos principais sintomas da ressaca, incluindo a sede e dor de cabeça.

Dormir o suficiente

O álcool pode interferir com o seu sono.
Ele pode prejudicar tanto a qualidade do sono e duração, ao interromper seu horário de sono inteiro se você ficar acordado até tarde.

Embora o sono não tenha muito a ver com a maioria dos sintomas de ressaca, pode contribuir para a fadiga e irritabilidade frequentemente associada com ressaca.
Começar a ter uma abundância de sono após beber pesado pode ajudar seu corpo recuperar.

Se você é incapaz de dormir fácil no dia seguinte, ficar bêbado não pode ser uma boa ideia.
O álcool pode prejudicar a qualidade do seu sono. Certifique-se de que você tem muito tempo para dormir depois de uma noite de comemoração.

Comer um lanche saudável

Ressacas são por vezes associada a baixos níveis de açúcar no sangue, uma condição conhecida como hipoglicemia.
Ressacas também tendem a ser mais graves em pessoas que têm baixo nível de açúcar no sangue.

Embora hipoglicemia não seja também, uma das principais causas de ressacas, podem contribuir para alguns dos sintomas, tais como dor de cabeça e fraqueza.

Além de fornecer as vitaminas e minerais necessários, ter um pequeno-almoço nutritivo, uma refeição à noite pode ajudar a manter seus níveis de açúcar no sangue.

Comer um bom pequeno-almoço é um remédio para ressaca. Ele pode ajudar a restaurar os níveis de açúcar no sangue, o que mitiga alguns dos sintomas.


Suplementos que podem ajudar

Inflamação é um importante mecanismo que ajuda o dano tecidual de reparo do corpo.
Muitos sintomas de ressaca são pensados para ser causada por inflamação de baixo grau.
De fato, algumas drogas anti-inflamatórias têm sido mostradas para ser bastante eficaz contra ressacas.

Muitos alimentos à base de plantas e ervas medicinais também podem reduzir a inflamação e ajudar a evitar ressacas.
Suplementos que foram mostrados para ser eficaz incluem gengibre e pera espinhosa.
Embora não completamente evite uma ressaca, pode aliviar significativamente o seu sofrimento.

Dieta Detox

Muitas pessoas não sabem, mas a dieta detox também é excelente para melhorar a saúde, o sistema imunológico, reabilitação após o período de festas e pode ser feita através de uma sopa detox ou suco detox  que você vai ter bons resultados.

Rosi Feliciano

20/02/2017

Você Lê O Rótulo Nutricional Quando Faz Compras No Mercado? Você Pode Estar Sendo Enganado:





Tão importante quanto iniciarmos uma reeducação alimentar é saber interpretar a rotulagem nutricional, pois este é o único meio de sabermos quais foram os ingredientes usados em determinados produtos que compramos bem como a quantidade de cada um deles. 

Entender as informações nutricionais contidas na embalagem vai te fazer muito mais ligada na hora das compras do mês porque está é a única forma de não permitir que certas marcas te manipulem com informações falsas ou truncadas nas embalagens. Mas, antes de tudo precisamos entender o que é rotulagem nutricional.  

Rotulagem Nutricional: Sua Importância e Como Aprender a Lê-la 

 

Você já deve ter reparado que os produtos que você compra no mercado vêm com uma tabelinha, geralmente atrás da embalagem, com várias especificações. Mas, será que você já parou para tentar entender o que significa?

Mediante determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a ANVISA, as indústrias de alimentos são obrigadas a informar quais são os componentes dos alimentos que vendem. Seu objetivo é regulamentar e adequar à forma como os alimentos são comercializados, com a ideia de promover dietas mais saudáveis, equilibradas e reduzir os riscos de desenvolver alergias e outras doenças crônicas. No mínimo, mesmo que você continue comprando alimentos nem tanto saudáveis, tem a oportunidade de, pelo menos saber, que não é saudável. 

Ocorre que nem todas as pessoas entendem muito bem como é que funciona, porém, com alguma informação a respeito, você verá que é mais fácil do que imaginava ler e interpretar a rotulagem nutricional. Sem contar que muitas marcas tendem a manipular suas embalagens dizendo que o suco é do bem, que o biscoito é integral, etc. Mas, não acredite só lendo as embalagens, acredite apenas nas informações da rotulagem. Entender isso é essencial para manter bons hábitos alimentares. 

O que eu costumo sempre dizer para meus pacientes é que nós precisamos criar o hábito de olhar a rotulagem para sabermos quais ingredientes foram usados, que quantidade de gordura e de sódio foi levada porque tem alimentos como o refrigerante, por exemplo, que é doce, mas que contém muito sódio. O sódio é uma espécie de conservante que é vastamente usado para aumentar a vida de prateleira dos alimentos.  Quando falamos de sódio, costumamos nos lembrar de somente o sal de cozinha, mas na verdade os produtos industrializados e embutidos tem uma quantidade enorme de sódio. 

Só para vocês terem uma ideia, eu tinha uma paciente que não sabia o motivo pelo qual a sua pressão arterial estava sempre elevada se ela fazia todas as suas refeições seguindo o plano alimentar que passei para ela. No entanto, ela achava que não faria mal algum usar estes tabletes de temperos prontos em substituição aos temperos naturais e então quando ela voltou para uma consulta tive a oportunidade de explicar a ela que estes temperos industrializados tem uma alta concentração de sódio e que provavelmente este aumento da pressão dela estava acontecendo por isso. Dito e feito, minha paciente cortou esse mau hábito e nunca mais teve problemas com oscilações na pressão arterial. Temos que ficar de olho senão é a nossa saúde que sai prejudicada. 

Dica Para Manter Hábitos Saudáveis:


Uma dica bastante válida é saber que na tabela de informação nutricional, a ordem da lista de ingredientes vem sempre com os que têm em maior quantidade, ou seja, se no rótulo o alimento já vem com açúcar ou gordura no topo da lista, você já deve ter em mente ele estes são os ingredientes principais, logo, tornando aquele produto menos saudável. 

Precisamos observar a questão da gordura trans, muito usada em produtos industrializados, pois funciona também como uma espécie de conservante e proporciona mais sabor e crocância aos alimentos, porém isso faz muito mal para a saúde, então se a gente conseguir ler os rótulos nós conseguiremos escolher produtos mais saudáveis. 

Saber o que cada alimento que você compra no mercado contém é tão importante quanto iniciar uma reeducação alimentar. Eu poderia dizer que ambos os hábitos precisam andar juntos para o sucesso do aumento da sua qualidade de vida, bem como emagrecimento.







Luma Monteiro é Nutricionista e empresária na Minha Nutri, assessoria em nutrição focada em ações sustentáveis para empresas. Possui graduação em Nutrição e MBA em Gestão da qualidade e Sistemas integrados QSMS.

14/02/2017

Como Comer Batata Palito neste Carnaval e Não Sair da Dieta: Veja Dicas Práticas e Saudáveis

Quem não gosta de batata frita que atire a primeira pedra!


Brincadeiras a parte, sabemos que todos os alimentos que são fritos contém um excesso de calorias que não fazem bem à saúde, não é mesmo? Porém, há momentos que queremos sair um pouco da rotina da dieta e comer alguma coisa diferente. Principalmente quando as festas populares se aproximam, como por exemplo, o Carnaval. 

Dando continuidade ao nosso texto de semana passada, em que falamos sobre os alimentos que ajudam a dar aquele upgrade no bronzeado durante o Carnaval, hoje nós vamos falar sobre uma receita saudável que você poderá facilmente substituir pela batata frita e ainda fazer um sucesso entre seus amigos que estão curtindo a folia contigo. 


Benefícios da Batata Doce:


A batata doce é uma excelente fonte de energia devido aos seus carboidratos saudáveis, por isso que ela é comumente utilizada por quem pratica atividades físicas e querem aumentar sua massa muscular. 

Ela tem baixo índice glicêmico, ou seja, ajuda no controle da diabetes, além de fortalecimento do sistema imunológico, regulação do intestino devido às suas fontes de fibras e aumento da saciedade.


Que tal você experimentar 
palitinhos de batata doce ao forno? 


Você ainda pode aproveitar a pegada saudável e produzir o seu próprio catchup caseiro para comer sem culpa durante o Carnaval.


Ingredientes:

2 batatas doce médias
Azeite a gosto 
Sal a gosto 
Ervas desidratadas e pimenta do reino a gosto
1 colher de sopa de água sanitária 
1 litro de água
½ xícara de milharina

Modo de preparo:


Lavar bem a casca, deixar de molho por 10 min na água com 1 col. sopa de água sanitária para 1 litro de água. Cortar a batata em forma palito. Temperar com azeite, sal, ervas desidratadas, pimenta do reino a gosto. 

Por último, acrescentar 1/2 xic de milharina e envolver em toda a batata. Depois levar ao forno por aproximadamente 20 min. Virar as batatas para todos os lados para que fiquem douradas e não queime o fundo. 


E aí, gostaram dessa novidade para matar a sua vontade de batata? Espero que gostem! 



09/02/2017

Tudo Sobre a Dieta Detox para Emagrecer por Rosi Feliciano

Você está procurado uma dieta completa?

Hoje em dia existem diversas dietas: dieta da proteína, dieta vegetariano,dieta do arroz, dieta dukan, dieta da água, dieta da sopa entre várias outras.

Mas nenhuma dieta não vai ajudar a perder peso de forma eficiente, se não eliminar a causa de seu aumento. Por isso a dieta detox está cada vez mais popular, pois ela não só ajuda a perder peso, mais também a desintoxicar o corpo.
Segunda a criadora do maior Plano Detox do Brasil Rosi Feliciano: “A dieta detox é emagrecedora por si só, feita de alimentos naturais e de baixa caloria, vai fortalecer o corpo e ainda emagrecer.”

Muitas pessoas não sabem mais fazer uma desintoxicação através da alimentação é uma das melhores formas de manter o organismo mais resistente e saudável, uma ótima opção é a dieta detox
Ideal fazer 6 refeições por dia e se você não pode ter um alimento natural da dieta detox disponível outra ótima opção é o suplemento natural plano detox

Por que a desintoxicação é tão importante?

Os nutricionistas argumentam que o peso adicional se acumula em primeiro lugar como resultado da escória do corpo e da acumulação de toxinas no mesmo.

Dietas de desintoxicação tem ação destinada a regular os órgãos internos, especialmente os sistemas digestivo e excretor.

Escória do organismo provoca desaceleração de processos metabólicos, a velocidade dos quais é conhecida por ter um impacto direto na capacidade para reduzir o peso. Além disso, as toxinas conduz à deterioração da saúde, fadiga, diminuição da imunidade, queda na vitalidade.

Dieta detox: A fase de preparação

Hoje existem várias dietas de desintoxicação, que diferem umas das outras no menu, duração. Apesar desta diversidade, todos eles são baseados em vários princípios importantes.

Antes de embarcar em uma dieta, você deve passar por uma fase de preparação do corpo para uma mudança. A duração mínima da fase preparatória deve ser de 3-4 semanas.

Aproximadamente 30 dias antes do início da dieta mais de desintoxicação deve ser excluído do menu alimentos de alto teor calórico, como frituras, salgados, gorduras, alimentos industrializados, doces, bebidas açucaradas.

Aproximadamente 10 dias antes da data prevista para a dieta é necessário mudar totalmente a comida. A base da dieta deve ser legumes, frutas, cereais (trigo mourisco, aveia), ervas frescas. Uma vez em uma semana você pode comer carne magra, peixe, aves ou queijo.

É recomendado comer frequentemente e lentamente. E sempre em pequenas porções.

Da dieta são excluídos completamente quaisquer doces e bebidas alcoólicas.

Princípios básicos da dieta de desintoxicação

Duração proposto por autores de diferentes dietas de desintoxicação podem variar, mas os especialistas concordam em uma coisa: a dieta não deve durar mais de 10 dias. Para aqueles que não são resistentes, faça uma dieta detox de três dias de limpeza do sistema.

Todas as manhãs, você precisa beber um copo de água morna, com um pouco de suco de limão.
No menu deve ser incluídos: couve, maçãs, bananas, espargos, beterraba, romã, ameixas, frutas cítricas, brócolis, uvas, brotos de cereais, cenouras.
Produtos proibidos contendo hidratos de carbono, serem picante, alimentos gordurosos, álcool e café

A quantidade de sal deve ser reduzida drasticamente. Caso for fazer a dieta por três dias, exclua o sal totalmente. No caso de uma dieta de 10 dias, pode usar o sal de forma consciente.
Se a dieta de desintoxicação for feita por mais de 5 dias, pode ser incorporada no menu: peito de frango, peixe magro, queijo.
Fruta pode ser comido separado do resto da comida, em conformidade com o intervalo especificado (pelo menos 30 minutos).
Entre as refeições deve ser feito um intervalo de três horas. As porções devem ser pequenas.
As bebidas utilizadas devem ser apenas água comum, frutas verde, chás de ervas. Durante o dia, você deve beber 1,5-2 litros de líquido: ele ajuda a limpar o sistema digestivo melhor.
Por 20-30 minutos antes de uma refeição deve beber um copo de água quente com limão ou chá verde. Para lavar a comida não deve ser especialmente em água fria. Isto leva a estagnação de comida no estômago e causar um mau trato digestivo.

A realização de uma dieta de desintoxicação é melhor ser feita nos dias de folga, para ser capaz de relaxar, se você quiser deitar-se e ficar em um estado equilibrado.

As mulheres são aconselhadas para realizar a desintoxicação durante a primeira fase do ciclo menstrual.
Perfeitamente adaptada os terceiro e quinto dias.
Na segunda fase, a formação de reservas de gordura ativada causa retenção de fluidos e ocorre pelo que a eficiência da dieta cai acentuadamente.
A eficácia de uma dieta de desintoxicação é largamente dependente e relacionado à atividade física.
Pra ter uma dieta de desintoxicação perfeita faça yoga ou qualquer outra coisa que você goste.

Banhos de vapor, saunas, massagens aumenta significativamente a eficácia da desintoxicação, porque estes tratamentos estimula a eliminação de toxinas, acelera o metabolismo, desencadear os mecanismos de auto-cura.

Diante tantos comentários sobre a dieta detox, no final você verá que é suave. Após a sua conclusão, é necessário adicionar gradualmente alimentos de proteína de baixo teor de gordura, aumentar ligeiramente a quantidade de sal, alimentos ricos em carboidratos, preferindo alimentos com hidratos de carbono complexos.

Exemplo de menu dieta Detox

Café da manhã: uma maçã de tamanho médio, algumas uvas, metade de um toranja, uma decocção de camomila, rosa ou chá verde.

Almoço: salada à base de legumes ralados ou cozidos com a adição de aipo e maçã verde, um copo de suco de cenoura.

Café da tarde: mingau com base no arroz integral (você pode substituir o trigo mourisco), cenoura ralada, uma xícara de chá de ervas.

Jantar: metade de uma toranja, uma banana, um copo de iogurte desnatado.