Renda Extra

15/10/2019

Estética para homens: Botox, Preenchimento e Redução da Calvície são os tratamentos mais procurados

Número de procedimentos estéticos em homens quadruplicou em 10 anos. Tratamentos faciais são os preferidos

Os homens estão mais vaidosos e optando mais pela realização de procedimentos estéticos como Botox e preenchimento facial para alcançar a aparência desejada e prevenir o envelhecimento da face.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) a cada dois minutos um homem realiza um procedimento estético no país. De acordo com as pesquisas da instituição, o número de cirurgias plásticas em homens chega a 276 mil por ano.

A estimativa é que entre 2009 e 2019 a quantidade de homens submetendo-se a essas técnicas quadruplicou. E a maior preocupação deles é com a face, com esse tipo de procedimento sendo o mais comuns entre o público masculino.

7 procedimentos mais 
buscados pelos homens

A seguir apresentamos algumas das técnicas mais realizadas entre os homens e ganham destaques opções como o Botox, preenchimento facial e tratamento para calvície. Saiba mais!

1. Botox

O Botox é o nome popular da aplicação de toxina botulínica, uma substância que promove a interrupção dos comandos neuromusculares, bloqueando a contração dos músculos faciais que receberam o produto.

As expressões faciais estão entre as principais responsáveis pela formação de rugas e envelhecimento facial, de forma que ao minimizá-las o paciente reduz os efeitos dos movimentos na formação das linhas de expressão permanentes.

Como resultado, o homem tem um rosto menos envelhecido e evita a formação precoce de rugas.

2. Preenchimento facial

O preenchimento facial com ácido hialurônico é outra opção muito comum de tratamento estético no rosto.

O ácido hialurônico é uma substância naturalmente produzida pelo organismo e que tem os níveis reduzidos após os 30 anos. Ele ajuda na hidratação, elasticidade e firmeza da pele.

O tratamento é indicado no combate aos sulcos faciais, como o bigode chinês, e também para melhorar a perda de volume na face, como nas bochechas e no mento. Assim, ele proporciona um contorno facial mais agradável.

3. Transplante capilar

A alopecia androgenética é uma condição hereditária, mais comum entre os homens, e que causa muito desconforto entre eles, o que faz com que os tratamentos específicos para essa condição estejam entre os mais procurados.

O paciente pode optar pelo transplante de unidade folicular (FUT) ou a extração de unidades foliculares (FUE).

No primeiro caso é extraída uma faixa de cabelo da região doadora, normalmente nuca, e implantada na região calva. No FUE, os folículos são extraídos individualmente e, posteriormente, implantados na região de destino.

4. Lifting facial

O lifting facial, também conhecido como ritidoplastia, é uma técnica que visa o rejuvenescimento facial como um todo ao reposicionar as estruturas da face e remover o excesso de pele e gordura do rosto.

Nos homens, essa cirurgia plástica é indicada quando o paciente apresenta sinais mais avançados de envelhecimento, como rugas, linhas de expressão e flacidez que proporcionem uma aparência cansada.

5. Blefaroplastia 

Uma das técnicas mais realizadas entre os homens é a blefaroplastia, ou cirurgia plástica das pálpebras.

Ela pode ser realizada para tratamento da ptose, excesso de gordura e pele e xantelasma nas pálpebras superiores ou inferiores. Além de melhorar a aparência, com um olhar rejuvenescimento e descansado, também pode beneficiar a visão do paciente.

6. Lipoaspiração

Uma das técnicas corporais mais procuradas entre os homens é a lipoaspiração. Essa cirurgia não é indicada como uma opção para emagrecimento, mas sim para remoção da gordura localizada no abdômen, flancos, costas, coxas, joelhos e até mesmo papada.

Para realizar essa técnica, o cirurgião plástico utiliza uma solução tumescente para soltar as células de gordura e facilitar a extração, causando menos danos e traumas ao paciente.

Entre os resultados esperados com a lipoaspiração está um corpo mais harmonioso e melhor desenho corporal.

7. Rinoplastia

Outro procedimento facial que está entre os mais realizados pelos homens é a rinoplastia, cirurgia plástica para corrigir insatisfações com o nariz.

O procedimento permite corrigir diferentes aspectos do nariz que possam ser incômodos ao paciente, como tamanho das asas ou da giba nasal, formato, harmonização com a face, entre outros.

Devido à importância do nariz à estética facial, o cirurgião plástico deverá fazer uma avaliação detalhada das insatisfações do paciente e definir opções para corrigi-las, visando sempre uma face mais harmônica.

Portanto, os procedimentos estéticos realizados pelos homens são vários, indo desde o botox até o lifting. Destaca-se, entretanto, a importância de realizar tratamentos com cirurgiões plásticos de confiança e membros da SBCP!


11/10/2019

Qual a idade liberada para saltar de paraquedas?

Descubra as restrições relacionadas a idade para se aventurar

Saltar de paraquedas é o sonho de muita gente por aí. A ideia de poder sentir que está voando, a sensação de liberdade e adrenalina que é passada no momento é uma coisa que é difícil de explicar. Com certeza quem já saltou passou horas falando sobre, já aqueles que ainda não, deixam a imaginação ir o mais longe possível sobre como realmente deve ser.

Essa imaginação que faz com que inúmeras pessoas queiram realizar isso, de crianças a idosos. Contudo, por ser uma atividade radical, ela contém certas normas que garantem a segurança de quem decide realizar o salto. Essas regras envolvem coisas diferentes, como, peso, altura e idade.

Uma das dúvidas que reina sobre diferentes pessoas é essa: tenho idade para saltar?! Para esclarecer todos os questionamentos sobre o assunto, trouxemos algumas informações para você. Olha só:

Idade?

A grande questão é que não existe uma idade certa para querer saltar, contudo, existem restrições. Alguns consideram as regras bem abrangente porque é necessário pensar com responsabilidade antes. A idade mínima para realização é 14 anos, com autorização e acompanhamento do seu responsável legal.

Essa regra foi instituída no Brasil pela Confederação Brasileira de Paraquedismo. Logo, em outros países é necessário pesquisar antes porque é possível que as normas mudem. O que é levado em consideração quando isso foi estipulado é o objetivo de garantir a segurança dos menores de idade que querem saltar.

Se você ainda não alcançou a idade estabelecida, aconselhamos que aguarde o grande dia e converse com seus pais sobre a autorização.

Se você já atingiu a maioridade, não há com que se preocupar. Você está apto e livre para realizar o salto, se essa for a sua vontade.

Terceira idade também pode? 

Um fato super curioso quando o assunto é idade e salto de paraquedas é a quantidade de pessoas maiores de 60 anos que não veem a hora de se jogar para a aventura. Existem registros de idosos que resolveram saltar e entraram para história A Sky Company, em 2014, recebeu uma senhora de 76 anos que não via a hora dessa oportunidade. Em seu depoimento registrado por vídeo e publicado no canal da empresa, ela relata que estava tão empolgada para saltar que acreditava que viveria pelo menos 70 anos a mais quando fizesse.

Contudo, quando o assunto é a melhor idade, existem restrições que vão além de quantos anos a pessoa tem. É necessário se atentar a problemas de saúde e pedir liberação médica para poder radicalizar. Sem a liberação, o salto não é autorizado.

Isso acontece porque uma série de problemas podem ser causados ou agravados caso a pessoa não siga a risca o que foi pedido. Ainda assim, é importante lembrar que para se divertir, não existe limite de idade. Você pode ter 14, 18 ou 100 anos, se sua vontade é essa, basta investir.

Existem restrições?

As restrições existentes para saltar de paraquedas são diversas. Quando o assunto é idade, basta seguir as normas que apresentamos antes. Também é importante se dizer que, independente de idade, o salto será feito com acompanhamento.

Com exceção de pessoas licenciadas no paraquedismo, a opção oferecida por todas as empresas é o salto duplo. Onde a pessoa que vai saltar vai junto com um instrutor
experiente, recebendo seu auxílio e diretrizes.

Vale lembrar que também é preciso atentar-se ao peso, altura e outros pontos que são importantes. Se ainda restar dúvida, ligue para a companhia com qual você deseja saltar e busque por mais informações.


27/09/2019

A hora é do Gin: Confira os mitos e verdades dessa bebida

Descubra um pouco mais sobre a história da bebida e conheça fatos inusitados

Apesar de ser uma das bebidas mais antigas já criadas, nos últimos tempos o gin tem conquistado cada vez mais o paladar de novos consumidores. Um dos motivos certamente é a sua versatilidade, pois, a bebida destilada à base de cereais pode ser consumida pura ou nas mais variadas receitas de coquetéis.

Se você também é um grande admirador do gin e de todas as suas possibilidades, que tal estreitar um pouco mais esse relacionamento? Confira a seguir algumas curiosidades sobre a bebida, incluindo um pouco sobre a sua história e também algumas informações inusitadas, que com certeza vão render um bom papo no próximo happy hour. Vamos lá?!

O gin foi criado originalmente para ser um medicamento

Segundo registros históricos, o gin foi desenvolvido originalmente na Holanda por um médico! No século XVII (1650), Francisco de la Boie, também conhecido como Sylvius,
estava a procura de um remédio eficaz para solucionar problemas renais.

Foi aí que o doutor adicionou zimbro, uma plantinha medicinal muito comum na Europa, ao álcool de cereais e, nesse momento, mesmo sem saber, deu origem ao que mais tarde se tornaria o gin.

Na época, o remédio fez mais sucesso do que o previsto, principalmente entre os soldados ingleses que lutavam pela Europa na guerra dos 30 anos. Isso porque além de saboroso, o remédio era baratinho, e acabou se tornando uma excelente forma de espantar o frio.

Escreva gin ou gim, ambas as palavras estão corretas

Dúvidas em relação a forma correta de escrever o nome da bebida? Não se preocupe, você não está sozinho nessa. A dúvida é muito comum, pois, o nome original é escrito com N no final, mas alguns dicionários trazem uma versão que leva o M no final. Ou seja, o resultado é que a confusão é certa.

Mas sendo gin ou gim, uma regra é válida em qualquer um dos casos: a palavra é um substantivo masculino. Isso significa que na hora de escrever, use sempre "o" gin / gim.

Beber gin ajuda pode ajudar a emagrecer

Calma, nada de criar uma "dieta do gin" e achar que vai estar com o corpinho enxuto no próximo verão. Apesar do álcool e das calorias em sua composição, a união de todos os ingredientes utilizados na fabricação da bebida podem sim ajudar no emagrecimento.

A conclusão é de um estudo feito em laboratório pela Universidade de Sigulda, na Letônia, e publicado na revista Food & Nature. De acordo com os resultados da pesquisa, o gin acelera o metabolismo e, por consequência, pode sim ajudar a emagrecer.

Já conta essa boa notícia para aquele seu amigo que é viciado em academia!

Gin Tônica tem sua origem na… Índia!

Poucos sabem, mas a verdade é que o coquetel mais famoso feito à partir do gin, o Gin Tônica, foi criado na Índia. Quem diria que uma bebida criada na Holanda e com grande popularidade na Inglaterra, se tornaria famosa a ponto de virar receita em outro continente.

Segundo registros históricos, isso aconteceu, pois, durante o século 19, muitos britânicos se mudaram para a Índia após a Rebelião do Sepoy, ou Rebelião Indiana, que aconteceu em 1857. A fim de buscar soluções que pudessem ajudar a evitar a malária, alguém teve a ideia de adicionar água tônica ao gin, para quebrar o gosto amargo da bebida pura. E não é que foi o maior sucesso?! A mistura ficou conhecida como “Indian Tonic Water”.

O gin é a bebida preferida da Rainha Elizabeth

Mesmo no auge dos seus 93 anos, Rainha Elizabeth não é do tipo que se satisfaz só com a clássica combinação de chá e biscoitos. A monarca também faz questão de incluir bebidas alcoólicas como o gin em sua dieta diária.

A descoberta foi feita pelo site Business Insider, que divulgou detalhes a respeito dos hábitos alimentares da rainha da Inglaterra, incluindo cardápio completo de comidas e também bebidas.

Ainda, segundo o cardápio divulgado pelo site, a rainha começa o dia degustando chá com biscoitos. No café da manhã, opções nutritivas como cereais, frutas e uma torrada com marmelada marcam presença diária. Às vezes, para dar uma variada, a monarca opta por se deliciar com ovos mexidos acompanhados de salmão defumado. 
Mas o fato curioso vem mais tarde.

Antes de seguir com o almoço, a rainha não abre mão de um coquetel específico, que leva gin e Dubonnet (aperitivo a base de vinho), finalizado com uma fatia de limão e gelo. Será que o gin é o segredo da longevidade? Verdade ou não, fato é que a rainha já passou dos 90 e segue firme e forte.

E aí, você já conhecia algumas dessas curiosidades? Sabendo de tudo isso, é possível dizer que o seu relacionamento com o gin está pronto para o próximo passo. Para isso, basta comprar gin, escolher as receitas de coquetéis mais famosos que levam a bebida e explorar todas as possibilidades de mistura que se pode imaginar – Dry Martini e Cosmopolitan não podem ficar de fora!



18/09/2019

Cabelo e gravidez: como cuidar dos fios durante a gestação?

Alterações hormonais podem causar mudanças na oleosidade, 
volume e textura dos cabelos

A gestação é uma época cheia de mudanças para a mulher, sendo importante encará-las com tranquilidade para evitar que a ansiedade seja maior e afete negativamente esse período que tem tudo para ser especial.

Durante a gravidez, entre as mudanças, a mulher pode identificar alterações na pele e no cabelo devido às alterações hormonais.

Dessa forma, os cabelos precisam de uma atenção maior, pois podem ficar mais secos, oleosos ou sofrerem com a queda, sendo que essas ocorrências podem ser diferentes para cada gestante.

Quais mudanças a gravidez 
provoca nos cabelos?

O primeiro aspecto é entender quais são as mudanças causadas pela gravidez que podem afetar tanto a pele quanto os cabelos.

A produção das glândulas sebáceas é muito variada, podendo diminuir e deixar os cabelos mais secos ou aumentar.

O aumento da oleosidade, em geral, é decorrente do aumento da ação do estrogênio, que age sobre as glândulas sebáceas que são responsáveis por essa característica. Ela costuma ocorrer no terceiro trimestre da gestação.

Assim, a pele pode ficar mais sensível e oleosa e também podem surgir manchas escuras do tipo melasma devido ao aumento da pigmentação.

Já no cabelo pode ocorrer a mudança da textura e do volume, além dos fios ficarem mais oleosos também pela maior presença do estrogênio.

Os efeitos podem ser distintos em cada gestante, sendo que a mudança hormonal pode deixar o cabelo mais volumoso e brilhante, além de crescer mais rápido.

Mas não é incomum as gestantes relatarem casos de queda de cabelo, inclusive em proporções elevadas. Essa queda costuma acontecer após o parto, podendo se estender por até 6 meses.

Além das mudanças hormonais, a queda de cabelo no período pode ter relação com o estresse e ansiedade, principalmente no pós-parto.

Apesar de os motivos não serem totalmente conhecidos e, por essa razão não ser possível evitar a ocorrência, ela é reversível, com o cabelo retomando o crescimento normal posteriormente.

Como cuidar dos cabelos 
durante a gestação?

Os cuidados com os cabelos durante a gestação são importantes para minimizar a queda capilar e a oleosidade, mas também para que a gestante fique mais satisfeita consigo mesma, melhorando a autoestima.

Conheça a seguir alguns dos principais cuidados do período tanto pela questão estética quanto pela segurança da mãe e do bebê.

Tintura

A manutenção de uma rotina de tintura não é possível durante a gestação, principalmente se a gestante utiliza descolorante e tintas a base de amônia.

Esses produtos devem ser evitados durante toda a gestação e durante a amamentação. O uso é contraindicado principalmente nos três primeiros meses que é um período mais sensível e que pode gerar complicações à gravidez.

Para mulheres que não querem abrir mão de um tratamento no período o uso de tonalizantes e henna costuma ser liberado após o terceiro mês de gestação.

O uso de shampoo tonalizante também pode apresentar benefícios, realçando a cor natural dos cabelos e deixando-os mais brilhantes.

Destaca-se que mesmo o uso de tonalizantes deve ser conversado com o médico previamente.

Corte

Não há nenhuma contraindicação ao corte de cabelo durante a gestação, principalmente pelo crescimento mais rápido dos fios.

Uma dica, entretanto, é optar por um corte curto ou médio que facilita a limpeza e manutenção do cabelo.

Essa é uma escolha pessoal de cada mulher, sendo possível definir o corte de acordo com a preferência individual.

Hidratação

Como a oleosidade e textura do fio podem variar durante a gestação, a gestante deve investir em hidratação para manter os cabelos saudáveis e bonitos.

No entanto, é importante atentar-se aos produtos usados, evitando químicas. Componentes naturais como manteiga de karité e óleo de coco são boas opções para o período.

Produtos

A escolha dos produtos de cuidados diários também é importante, sendo preferível optar por shampoo e condicionador  mais suaves ou sem fragrância forte.

Esses cuidados evitam o surgimento de alergias ou irritações no couro cabeludo que possam intensificar problemas como a queda de cabelo.

Também é importante evitar produtos com ácido salicílico, uma vez que esse pode causar malformações fetais. 

Tratamentos químicos

A maioria das mulheres já sabe disso, mas é sempre bom reforçar: procedimentos químicos são proibidos durante a gravidez.

O uso de substâncias como o formol e guanidina é prejudicial à saúde da gestante e também do bebê, podendo acarretar em problemas graves como aborto ou má-formação fetal.

Assim, técnicas como alisamento e relaxamento não devem ser realizadas na gestação e, normalmente, durante o período de amamentação.

Uma opção nessa fase é adotar o alisamento térmico, como com o uso de secador e chapinha, mas não abuse para não ressecar o cabelo e deixá-lo frágil e sem vida.

Os cuidados corretos com o cabelo durante a gestação garantem fios mais bonitos e saudáveis e, consequentemente, satisfação e autoestima para a gestante.

Caso a queda de cabelo seja intensa nessa fase, independente dos cuidados  adotados, a recomendação é procurar um dermatologista especializado.