Renda Extra

28/02/2019

7 Filmes sobre mulheres fortes que você tem que assistir

Dos desenhos animados até as produções nacionais, 
as mulheres estão dominando as telinhas!

Quando pensamos em  empoderamento feminino, uma série de nomes e definições vêm a nossa cabeça: mulheres fortes, que lutam pelos seus direitos, que travam grandes batalhas sociais - ou até mesmo pessoais - e que ficaram mundialmente conhecidas pela sua coragem e determinação.

Atualmente, as mulheres têm cada vez mais conquistado seu espaço, tanto na vida real, quanto nas telas de cinema, protagonizando histórias reais ou de ficção, que deixam para trás a imagem de “sexo frágil”, para representar grandes papéis que realçam a força, a luta e a independência.

E justamente pensando nisso, separamos para você, uma lista com 7 filmes que você não pode deixar de assistir, que contam a história de mulheres incríveis para te inspirar. Olha só: 

1- A Dama Dourada (2015)

O drama se passa na década de oitenta e conta a história verídica de Maria Altmann (Helen Mirren), uma judia, sobrevivente da Segunda Guerra Mundial, que após sessenta anos, decide lutar para reaver os bens de sua família, que foram roubados durante a invasão nazista em seu país, na Áustria. 

A luta por justiça é o que move a trama e a busca por preservar a história e as memórias de sua família, torna o filme emocionante e mostra que, mesmo diante de todas as dificuldades, a protagonista se mantém firme e determinada.

2 - Mil vezes boa noite (2014)

Com uma rotina não tanto comum, a talentosa fotógrafa Rebecca (Juliette Binoche) ganha a vida cobrindo os mais terríveis cenários de guerra, o que acaba gerando um conflito entre a sua profissão e a sua vida pessoal. 

Sua família - seu marido e suas duas filhas - lhe dão um ultimato, pedindo para que ela abandone a rotina arriscada. Mas, a paixão pela arte coloca em xeque suas escolhas, se tornando o grande dilema do enredo e conduzindo as questões do filme.

3 - A incrível história de Adaline (2015)

Já pensou como seria nunca envelhecer? Para uns, esse pode ser um sonho: a eterna juventude. Mas, para outros isso pode ser o seu pior pesadelo. Adaline, interpretada por Blake Lively, sabe bem o que é isso. 

Ao sofrer um acidente de carro, seguido de uma combinação de vários fatores, a personagem torna-se refém da imortalidade, sendo condicionada a sofrer ao ver todas as pessoas que ama, partirem. E por isso, ela acredita que deve esconder-se do mundo, mas tudo muda quando ela conhece Elis.

Uma história de amor, drama e um toque de ficção científica, a trama trata os relacionamentos de uma forma pouco convencional: Adaline comanda sua própria história de amor, e o papel de bobo apaixonado, fica para Elis.

4 - As sufragistas (2015)

Uma produção franco-britânica, As Sufragistas, se passa no século XX, período em que as mulheres ainda lutavam pelo direito de voto no Reino Unido. Sem muito sucesso nas manifestações pacíficas, um grupo decide tomar ações mais drásticas para conquistá-los. 

Maud Watts (Carey Mulligan), uma lavadeira, sem qualquer formação ou envolvimento político, descobre o movimento feminista e decide então unir-se a causa, o que não agrada nem um pouco seus familiares. 

Embora se trate de um filme de época, é possível perceber elementos que infelizmente, ainda são tão atuais. A luta pela igualdade e o despertar da personagem principal para os seus direitos, que antes, não eram reconhecidos, torna a trama ainda mais emocionante!

5 - Que horas ela volta? (2015)

Um dos filmes brasileiros de tirar o fôlego de qualquer um, “Que horas ela volta” conta a história de Val (Regina Casé), uma pernambucana que se muda para São Paulo, com o propósito de dar melhores condições de vida à sua filha, Jéssica (Camila Mardíla), a quem deixou para trás. 

A protagonista vê tudo mudar, quando a adolescente vem à São Paulo, a fim de prestar um vestibular, e se põe a questionar coisas que ela mesma nunca havia pensado: a relação entre patrões e empregados e uma série de outros problemas que compõem o enredo.

Com uma mistura de drama e comédia, a obra retrata com maestria a desigualdade social, a cultura segregacionista do brasileiro, entre outros problemas sociais.

6 - Olga (2004)

Um dos clássicos do cinema nacional, e que não poderia ficar de fora dessa lista, o filme Olga é baseado em fatos reais, e conta a história de Olga Benário (Camila Morgado), uma jovem judia alemã, militante comunista, que em pleno início do século XX, se vê obrigada a fugir do seu país para sobreviver. 

Em meio a trama, ela recebe uma missão: acompanhar Luís Carlos Prestes ao Brasil. Inicia-se então, uma intensa história de amor, marcada pela luta, pela política e principalmente, pela luta por suas vidas. 

7 - Mulan (1998)

E por último, e não menos importante, um dos maiores sucessos da Disney, a guerreira Mulan encantou a todos por fugir dos padrões ‘princesas’, com o qual estamos acostumados. 

Com medo de que seu pai doente, seja convocado para o exército imperial, na China, a jovem decide se disfarçar de guerreira e se apresentar no lugar dele. Com a ajuda dos espíritos guerreiros, Mulan ganha a companhia de um dragão, que tem como principal missão, ajudá-la a se manter viva e voltar para casa a salvo.

E aí, gostou das dicas? Ainda não viu algum deles? A grande maioria está disponível nas programações da Sky e você pode assistir e contar para gente o que achou. Que tal? 

Prepare aquela pipoca gostosa e partiu filme!

15/02/2019

MD Codes: Você sabe o que é?

Procedimento garante mais eficiência na aplicação do ácido hialurônico proporcionando um efeito lifting

Cada vez mais a tecnologia tem sido usada nos tratamentos estéticos com o objetivo de melhorar os resultados alcançados com os procedimentos, além de mantê-los por mais tempo e com uma execução mais segura para os pacientes.

Uma inovação nessa área é o MD Codes, sigla para Medical Codes, que em português significa códigos médicos. A seguir, conheça do que se trata esse procedimento e quais os benefícios que ele proporciona.

O que é e como funciona o MD Codes?

O MD Codes, ou códigos médicos, é um método desenvolvido pelo cirurgião plástico brasileiro Dr. Maurício de Maio após mais de 20 anos de estudos na área e conhecido, atualmente, em mais de 40 países e aprovado por mais de 20 mil cirurgiões plásticos, de acordo com o especialista.

O MD Codes consiste em um mapeamento da face do paciente com o objetivo de identificar os pontos centrais e fazer uma sistematização deles para realizar a aplicação do ácido hialurônico com mais assertividade, garantindo melhores resultados.

Com a técnica, o cirurgião plástico identifica quais são os pontos mais precisos para realizar a aplicação da substância. Anteriormente, quando um paciente desejava um procedimento de preenchimento facial era comum que a aplicação fosse feita exatamente sobre a região queixosa.

Entretanto, o Dr. Maio identificou que nem sempre essa técnica garante atingir a raiz do problema. Por exemplo, no preenchimento facial para correção do bigode chinês pode ser que o ponto raiz esteja na bochecha e não exatamente sobre essa linha de expressão.

Aplicando o ácido hialurônico sobre o ponto correto, garante-se um resultado mais satisfatório e por mais tempo. Dessa forma, o MD Codes ficou conhecido como um lifting facial minimamente invasivo e sem necessidade de cirurgia plástica.

O tratamento é realizado no consultório médico, o paciente é submetido à técnica de MD Codes para identificar os pontos, e o cirurgião plástico realiza a aplicação do ácido hialurônico, substância já utilizada há anos nos tratamentos estéticos e com resultados comprovados.

Quais os benefícios do tratamento para a pele?

O tratamento proporciona uma série de benefícios para a estética facial do paciente, de forma que a opção por ele tem diferentes motivações. Conheça as principais a seguir!

Assertividade na aplicação de ácido hialurônico

Muitas vezes o paciente tem uma queixa sobre a aparência, mas não sabe ao certo a origem da insatisfação, dificultando a atuação do profissional. Com o MD Codes, essa comunicação entre especialista e paciente é simplificada, pois o método permite identificar a origem do problema.

Pode ocorrer que a origem da insatisfação do paciente esteja localizada em uma área diferente daquela que o desagrada. Assim, o MD Codes permite avaliar a face como um todo, viabilizando um melhor resultado na amenização de rugas, marcas de expressão e sulcos faciais.

Reestruturação facial

Devido à técnica permitir a aplicação do ácido hialurônico em pontos centrais da face, ela promove uma verdadeira reestruturação facial, melhorando a harmonia dos traços ao mesmo tempo em que reduz a flacidez, define o contorno e repõe a perda de volume ocasionada pela diminuição do colágeno.

Assim, o preenchimento facial mapeado permite gerar um efeito lifting na face, gerando os benefícios esperados pelo paciente.

Maior duração dos resultados

O ácido hialurônico é uma substância que é reabsorvida pelo organismo, de forma que os resultados não são permanentes, independentemente da técnica utilizada, entretanto, a aplicação com MD Codes tem uma duração maior que a tradicional.

A duração dos efeitos pode ser entre 12 e 18 meses, devido à substância agir nos pontos centrais. Uma aplicação comum tem duração entre 10 e 12 meses.

Destaca-se ainda que os efeitos do tratamento são cumulativos, pois mesmo sendo reabsorvida, a substância contribui para hidratação da pele e retarda o envelhecimento

Procedimento não invasivo

Antes do MD Codes, o paciente que desejasse uma mudança profunda na face precisava ser submetido a um procedimento cirúrgico, como o lifting facial, o que exigia tempo de afastamento das atividades para recuperação, cicatrizes, repouso, entre outros cuidados relacionados com as técnicas cirúrgicas.

Já com o mapeamento, o paciente consegue um resultado satisfatório mesmo com um procedimento não invasivo, de forma a ter mais segurança na realização da técnica e não prejudicar a vida profissional e pessoal dele, visto que logo após a aplicação o paciente já é liberado.

Benefícios comprovados do ácido hialurônico 

Além das vantagens do mapeamento do MD Codes o tratamento tem outra vantagem, o uso seguro e comprovado do ácido hialurônico, garantindo melhores resultados para o paciente com a segurança de um produto testado e vastamente usado na área estética.

O ácido hialurônico é produzido pelo organismo, sendo que 56% da concentração dele está na pele, entretanto, após os 25 anos a produção dele começa a cair, o que causa os primeiros sinais de envelhecimento e ressecamento da pele.

Entre os benefícios da substância está o efeito hidratante que ela proporciona para a pele, a capacidade de concentrar água, melhorando o preenchimento de áreas que perderam o volume, e também uma textura mais jovial.

Portanto, o MD Codes associado ao ácido hialurônico proporciona diversas vantagens aos pacientes que almejam uma mudança profunda na estética facial, mas não querem se submeter a um procedimento invasivo, como o lifting facial.

É fundamental que para realizar o procedimento com segurança e com o MD Codes sendo realizado corretamente procure-se uma clínica de cirurgia plástica sp, pois esse profissional é o mais qualificado para conduzir a técnica.


Fontes usadas:

http://www.alemdabeleza.com.br/saiba-o-que-e-o-md-codes/
https://www.dermaclub.com.br/noticia/md-codes-descubra-o-procedimento-que-promete-deixar-o-rosto-mais-firme-com-ajuda-de-acido-hialuronico_a3983/1
http://nucleocirurgiaplastica.com/voce-sabe-o-que-e-o-md-codes/
https://www.lucianapepino.com.br/procedimentos-esteticos/md-codes/
https://www.lucianapepino.com.br/blog/beleza/procedimentos-esteticos/tudo-sobre-acido-hialuronico/
https://mdemulher.abril.com.br/beleza/sempre-jovem-descubra-os-beneficios-do-acido-hialuronico-para-a-pele/



25/01/2019

Dieta Low Carb + Receita

Quem nunca ouviu falar na Dieta Low Carb? 

Criada a 50 anos pelo médico Robert Atkins, essa famosa dieta refere-se ao ato de eliminar drasticamente os carboidratos do prato (arroz, pães, massas...) e acrescentar as gorduras. A dieta virou a queridinha por acelerar a perda de peso e emagrecer sem demora.

Entenda melhor: 
Na dieta tradicional: é indicado que de 55 a 65% das calorias consumidas no dia a dia sejam carboidratos. 
Na dieta low carb: que as calorias ingeridas no dia, só de 20 a 40% sejam dessa fonte.

A ideia é acrescentar os carboidratos das frutas e verduras, ingerir mais proteínas e gorduras dando adeus ao seu pãozinho de sal no café da manhã e ao arroz branco com feijão no almoço.

Bom, no meu ponto de vista isso seria impossível para mim, mas resolvi fazer um teste e começar eliminando aos poucos. Foi difícil no início, ainda comia pelo menos meio pão pela manhã e dispensava o da tarde. Até que me ensinaram outras maneiras para não ser tão radical com isso, afinal essa dieta não é para ser assim.

Gostei muito dessa ideia para conseguir continuar com a Dieta Low Carb, como não sou muito boa na cozinha, precisava de um cardápio bem atrativo, pois sou muito chata para comer. 

Encontrei um e-book ótimo com várias opções e estava morrendo de medo daquelas receitas caras ou complicadas, mas que nada amores, eu amei. 

Tem várias receitas simples e deliciosas... Sinceramente, achei que a dieta seria cortar todos "TODOS" os meus lanches, mas saber que o recheio da pizza ou do x-burguer pode comer, gente.... estou no céu. Ah, tem sucos Detox e shakes também.

Deixo aqui uma das receitas que eu amei fazer, fica uma delícia. “Pão” de micro-ondas low carb (acesse o link).

Peguei esse livro com 200 receitas Low Carb da Mais Saúde, e vários bônus para sucos Detox e Shakes. Corre que ainda está na promoção. Beijinhos amores e me contem o que acharam tá? Alguém já faz?