Renda Extra

30/07/2020

Como o médico faz a avaliação do rosto para Harmonização Facial

A harmonização facial através do preenchimento é um dos tratamentos estéticos mais comentados atualmente. Mas como você já deve saber, ela pode envolver um ou mais
procedimentos no rosto, como aumento labial, projeção do queixo ou elevação da ponta do nariz. É por isso que a avaliação médica é tão importante, sendo assim a primeira etapa da harmonização facial.

Como é a avaliação médica

A avaliação acontece durante a consulta médica. O profissional ouve as queixas do paciente e depois faz uma análise global do seu rosto. Essa primeira conversa é importante para adequar expectativas e realidade, pois é fundamental que o paciente entenda que a harmonização não é sinônimo de embelezamento facial.

O objetivo do tratamento é chegar a um equilíbrio das proporções do rosto e para o isso o médico vai propor realçar algumas características, disfarçar outras, mas sempre respeitando as linhas naturais do paciente. Para isso, são usados princípios matemáticos como a Máscara Phi e a cefalometria como guias para uma avaliação individualizada e com o máximo de embasamento científico.


Quais critérios são utilizados

Obviamente, quem deseja fazer harmonização facial quer se olhar no espelho se sentir melhor com a sua aparência. Mas quem define o que é belo? A beleza é um conceito relativo, que pode variar conforme a percepção pessoal, cultural, temporal e até geográfica.

Porém, áreas como a medicina, a arte e a arquitetura foram buscar na natureza uma constante matemática Chamada de rácio dourado. Seu valor do coeficiente de 1,618 (ou o inverso 0,628), e pode ser encontrado em plantas e caracóis, em nossa dentição, no tamanho dos ossos da mão, entre outros.

Naturalmente, por estar muito presente em nosso campo visual, essa proporção é, de certo modo, agradável aos olhos. Pensando nisso e aplicando na medicina estética, o cirurgião norte-americano Stephen R. Marquardt usou o princípio da proporção áurea para desenvolver a Máscara Phi. Deste modo, usando a Máscara Phi referência matemática de harmonização facial, o médico é capaz de definir, medir e ajudar a desenvolver as proporções ideais do rosto.

Outro recurso utilizado em consultório é cefalometria. Essa é uma técnica que vem da odontologia e serve como referência para calcular as dimensões das estruturas do crânio e da face. O cálculo inclui medidas angulares e lineares que vão definir o contorno facial. A cefalometria auxilia o médico a identificar pontos de apoio para planejar e realizar um tratamento personalizado.

Qual a importância da avaliação

O principal objetivo da avaliação médica na harmonização facial é ter um tratamento personalizado. Assim é possível produzir efeitos mais previsíveis e menos variáveis
com o preenchimento. Em alguns casos, o médico pode indicar uma associação de técnicas para que o resultado seja mais satisfatório, como aplicação de Laser Co2 Fracionado e toxina botulínica.

A consulta também é o momento ideal para o paciente ficar atendo a fatores de segurança. É importante certificar-se de que o profissional é um médico com registro válido no conselho de medicina do Estado, que utiliza produtos aprovados pela Anvisa e que o procedimento será realizado em local com alvará da vigilância sanitária.


22/06/2020

Energização: entenda o Poder dos Cristais

Manter o equilíbrio e as boas vibrações da vida pode ser uma tarefa desafiadora. Nós estamos constantemente liberando e atraindo energia. É possível que, as vezes, não damos a devida importância para isso. Talvez por não ser algo palpável ou visível, as pessoas se esqueçam da importância que estar rodeado de boas energias. Existem diversas formas de garantir isso no seu dia a dia, buscar por e praticar coisas que apenas trazem benefícios para si.

Uma ótima ferramenta para atrair, limpar e potencializar a frequência a seu redor é fazendo uso do poder dos cristais. Pensando nisso, vamos te ensinar um pouco mais sobre. 
Veja só:

O que é Energização?

Cristais são pedras especiais que podem ser utilizadas com a intenção de trazer vantagens para nossa vida. Esses cristais têm grandes propriedades, podem atrair energias positivas e absorver negativas. Isso tudo acontece quando ele entra em contato com o corpo físico.

Essa energia é guardada dentro do interior da pedra, e ao energizá-las você tem acesso ao poder dos cristais.

A energização funciona como uma recarga de bateria para os cristais. Isso porque elas precisam de um estímulo energético positivo e externo para ter seu poder potencializado. É
importante lembrar que antes de energia-los, você deve limpá-los.

Limpando e Energizando

Bom, o primeiro passo é ter sua mente e atenção completamente focadas neste processo. Caso contrário, você pode cometer um descuido e potencializar o poder dos cristais para a
energia negativa ou contrária daquilo que você busca. Para as pedras que foram retiradas diretamente da natureza, não se preocupe. Elas não foram manipuladas pelas mãos
humanas, portanto, devem ser limpas apenas com água e sabão.

Já os cristais comprados devem receber um cuidado diferente. Justamente pela manipulação, eles podem ter sido tocados por muitas mãos e isso deixa a frequência baixa.

Coloque-os em água corrente e depois siga os seguintes passos:

Misture 1 litro de água filtrada, 3 colheres de sal (normal, não grosso) e lavanda (para quem quiser, não é essencial). Despeje os cristais nessa solução e deixe de molho, de um
dia para o outro.

Feito isso, seus cristais estarão limpos. Agora o próximo passo é realizar a energização. Existe mais de uma maneira de realizar esse processo. Alguns deles são:

  • Energização solar: basta deixar o cristal exposto a luz do sol, lembre-se de pesquisar o tempo de acordo com o cristal.
  • Energização lunar: basta deixar o cristal exposto a luz da lua durante a noite toda, o ideal é que seja na lua crescente.
  • Energização pela terra: basta deixar o cristal em contato com a terra, durante 24 horas. Para isso, você pode enterrá-los em um vaso ou no quintal. O ideal é fazer
  • isso com os cristais que vieram da terra.
  • Energização pela reza: utilize de uma forte oração com os cristais em mãos. Basta dizer a seguinte frase: "Eu dedico essa pedra para o Deus supremo! Que ela seja usada apenas para o amor e para a luz".


Essas são algumas das formas de realizar a energização e potencializar o poder dos cristais.

Quais Pedras utilizar e para que Servem?

Cada cristal tem sua particularidade e finalidade. Para que você consiga encontrar o poder total deles, é necessário ter isso em mente. Separamos aqui alguns dos mais utilizados
para vocês.

  • Ametista: libertação de vícios, libertação de culpa, proteção e ajuda em processos emocionais.
  • Cornalina: tratamento de gripe, atração de sucesso e afasta energias negativas.
  • Hematita: reduz hemorragias, tensões pré-menstruais e alivia dores fortes. Desbloqueia energia parada, atrai circulação e movimento.
  • Malaquita: reorganiza memória, cura desordens espirituais e amplia intuição.
  • Olho de tigre: aumenta criatividade, amplia terceiro olho e atrai realização de sonhos.
  • Quartzo rosa: atrair amor, alegria e amplia segurança. Se colocada sob o travesseiro, melhora o sono.
  • Turmalina negra: evita pensamentos negativos, protege e transforma energia.
  • Ágata: melhora a comunicação, nutre a alma e conecta com a energia da natureza.


Usando o Poder dos Cristais

Agora que você já está por dentro do poder dos cristais, é importante saber a forma ideal de utilizá-los. Bom, assim como cada pedra tem sua finalidade, ela também têm seu modo de ser usada. Algumas dessas formas são: deixar no quarto, na mesa do trabalho ou até carregar consigo.

O ideal é que você pesquise a melhor forma de utilizar a pedra que você escolheu. Assim, potencializará o efeito. Ficou com alguma dúvida? Nos deixe um comentário que teremos
prazer em responder.














18/06/2020

Melhores drinks com gin para ajudar a relaxar em casa

Saiba como bons drinks podem ajudar a inovar os momentos de diversão em casa

Em tempos de pandemia, é importante que saibamos como levar os dias da melhor forma possível. Diante da situação atual, a prática de atividades que valorizam a saúde física e psicológica devem estar alinhadas com a organização das tarefas do cotidiano.

A quarentena no Brasil teve início no dia 24 de março de 2020. Ao longo dos meses até hoje, a população precisa se adaptar para manter a sanidade mental em meio ao caos e confinamento. 

Momentos de lazer e distração são extremamente significativos para que cada indivíduo consiga sentir seu ápice de descanso. As atividades devem ser adaptados para que, mesmo no conforto de casa, seja possível relaxar em grande estilo.

Dessa forma, priorizando respeitar as atuais medidas de isolamento social, separamos algumas dicas para mostrar que as melhores bebidas também podem ser preparadas em casa. 

Ficou curioso? Veja a seguir os principais drinks com gin que não poderiam ficar de fora dessa lista. 

Burlesque

Ingredientes:
  • 50 ml de Hendrick’s
  • 1 sachê de chá branco
  • fatias de pepino
  • 10 gotas de bitter burlesque
  • 150 ml de água tônica

Modo de preparo:

Em uma taça, adicione Hendrick’s e o sachê de chá branco; aguarde 1 minuto para a infusão dos ingredientes e, depois, acrescente bitter, a água tônica e as fatias de pepino como preferir. 

Mr. Cucumber

Ingredientes:
  • 50 ml de gin
  • 15 ml de xarope artesanal de pepino
  • 15 ml de suco de limão siciliano
  • uma lasca de gengibre

Modo de preparo:

Triture o gengibre e o pepino e, em seguida, junte-os com o xarope, o suco de limão e o gin em uma taça. Bata o gelo, acrescente-o na bebida e use as lascas de limão e pepino para decorar. 

Gin Tônica Tradicional 

Ingredientes:
  • 60 ml de gin
  • 120 ml de água tônica
  • 1/4 de limão
  • gelo a gosto

Modo de preparo: 

Em uma taça larga, coloque o gelo e, em seguida, despeje o gin. Complete com água tônica e finalize com uma rodela de limão para decorar. 

Gin Tônica com Morango 

Ingredientes:
  • 6 morangos
  • 4 grãos de pimenta preta
  • 80 ml de gin
  • raspas de limão
  • 300 ml de água tônica

Modo de preparo:

Em uma tigela, amasse o morango e a pimenta. Em seguida, acrescente o gin, a água tônica e as raspas de limão. Misture bem os ingredientes e sirva a bebida em uma taça. 

Gin Tônica com Alecrim e Zimbro

Ingredientes:
  • 50 ml de gin 
  • 1 ramo de alecrim
  • 4 zimbros
  • água tônica
  • gelo

Modo de preparo:

Pegue uma taça larga e a encha de gelo. Amasse, levemente, o alecrim e os zimbros e, em seguida, coloque-os na taça juntamente com o gin. Complete com a água tónica e aproveite.

Gin Tônica com Ramazzotti Rosato

Ingredientes:
  • 50 ml de gin
  • 50 ml de Ramazzotti Rosato
  • ½ rodela de laranja bahia 
  • água tônica 
  • gelo

Modo de preparo: 

Coloque o gelo em uma taça larga e, em seguida, despeje o gin e o Ramazzotti. Complete a receita com a água tônica e, ao final, use a laranja para decorar.

Gin Tônica com Chá de Frutas Vermelhas

Ingredientes:
  • 50 ml de gin
  • 1 saquinho de chá de frutas vermelhas
  • água tônica
  • gelo

Modo de preparo: 

Despeje um saquinho de chá em uma taça larga e acrescente o gelo e o gin. Deixe que os ingredientes incorporem por 2 minutos e finalize com a água tônica. 

Gin Tônica Aromático

Ingredientes:
  • 30 ml de Gin
  • 60 ml de água tônica ou refrigerante Sprite
  • 2 fatias de limão
  • 3 folhas de hortelã
  • canela em pau
  • cubos de gelo

Modo de preparo:

A canela é a chave dessa receita. Antes de tudo, leve-a ao fogo até ficar levemente queimada. Depois, com cuidado, pegue a canela, coloque-a sob uma tábua e tampe-a com uma taça virada para baixo - isso fará com que a fumaça do ingrediente se espalhe e deixe a bebida aromática. Em seguida, desvire a taça e acrescente os cubos de gelo, limão, hortelã e o gin. Finalize despejando a água toca ou Sprite e aproveite. 

Garanta o uso de gin de qualidade para obter boas experiências. Com isso, conseguirá fazer com que as receitas tenham um resultado ainda melhor.

E aí, curtiu as dicas? Agora é só tirar um tempinho, preparar sua bebida e aproveitar a noite de descanso. Desfrute.









17/06/2020

Entenda qual impacto da idade na realização de cirurgias plásticas

Saiba qual é a idade mínima e a idade máxima para realização 
de um procedimento cirúrgico estético

A cada dia que passa, mais pessoas optam por realizar intervenções estéticas para corrigir insatisfações com o próprio corpo ou rosto e o Brasil já é líder na realização de tais procedimentos

E embora não exista uma idade certa determinada para se submeter a uma cirurgia plástica, é preciso conhecer bem as especificidade de cada procedimento antes de entrar no bisturi. 

Dessa forma, tão importante quanto escolher um bom profissional, entender quais são as recomendações de procedimentos mais adequados para cada momento da sua vida é fundamental para obter bons resultados. 

Pensando nisso, reunimos uma série de mitos e verdades relacionados à cirurgia plástica e qual a idade ideal para realizá-los. Confira a seguir!

Rinoplastia

Cirurgia que visa corrigir insatisfações estéticas no nariz dos pacientes, a rinoplastia é uma técnica complexa capaz de devolver a autoestima de homens e mulheres que sofrem com a condição. 

Problemas como o dorso alto, nariz torto, ponta grossa ou fina demais, dentre outros são facilmente resolvidos com o procedimento. No entanto, ele também é capaz de contribuir para uma melhoria nas funções nasais, ajudando o paciente a respirar melhor. 

Embora a técnica não possua restrições relacionadas à idade dos pacientes, recomenda-se que ela seja realizada após o desenvolvimento completo do crânio-maxilo-facial, que ocorre normalmente a partir dos 15 anos de idade. 

No entanto, é importante consultar um cirurgião plástico de confiança antes de tomar qualquer decisão, principalmente nos casos em que o paciente ainda é menor de idade, sendo obrigatório que os pais acompanhem todo o processo. 

Otoplastia

Procedimento destinado à correção de deformidades na orelha externa, a otoplastia é recomendada em casos da famosa “orelha de abano” e é comumente realizada em crianças a partir dos sete anos de idade. 

Isso porque, a condição pode fazer com que a criança seja alvo de piadas e comentários maldosos na escola, prejudicando seu desempenho escolar, sua autoestima e até mesmo o seu relacionamento afetivo com outras pessoas. 

O mais indicado é que a cirurgia seja feita ainda na infância, a fim de evitar que esses problemas atrapalhem seu desenvolvimento. No entanto, adultos também podem se submeter à operação. 

Ainda que os pais possam orientar seus filhos sobre a possibilidade de corrigir essa condição, é importante ressaltar que a decisão deve partir da vontade do próprio paciente.

Mamoplastia de aumento

Uma das cirurgias mais procuradas por mulheres que desejam aumentar o tamanho dos seios, a mamoplastia de aumento consiste na técnica de implantar uma prótese de silicone para dar mais volume e contorno as mamas. 

O procedimento é recomendado para pacientes que tenham mamas pequenas, desproporcionais ao corpo, queiram corrigir uma assimetria ou ainda que possuam os seios flácidos e caídos em decorrência de uma mastopexia. 

Embora seja uma cirurgia bem popular entre as mulheres jovens, nos últimos anos as próteses mamárias também têm chamado a atenção do público mais maduro, que busca resgatar a autoestima perdida com a flacidez causada pelo envelhecimento. 

Portanto, o procedimento pode ser realizado a partir dos 16 anos de idade - após o desenvolvimento mamário já estar completo - e não há um limite máximo de idade para realizar a técnica. 

Porém, vale ressaltar que em ambos os casos, a paciente precisa estar em boas condições de saúde, sem qualquer restrição médica. 

Abdominoplastia

A abdominoplastia é uma cirurgia plástica indicada para quem deseja remover o excesso de pele e corrigir a flacidez muscular na região abdominal, que tende a aparecer após a gravidez, grande perda de peso ou ainda traumas, queimaduras, doenças ou malformações congênitas. 

Para que o procedimento seja realizado, é necessário que o paciente tenha pelo menos 18 anos completos e que não sofra de nenhuma doença cardíaca, diabetes, hipertensão e outras condições autoimunes. 

Assim como nas demais cirurgias, não há nada que impeça a realização do procedimento em pessoas com idade avançada, desde que todos os exames sejam feitos para garantir a segurança do paciente.

Lipoaspiração

Trata-se de uma técnica que visa melhorar o contorno corporal, removendo o excesso de gordura localizada em determinadas partes do corpo. 

Embora muitas pessoas confundam, o procedimento não é indicado para quem deseja perder peso e sim, para pacientes que possuam depósitos de gordura localizada e por algum motivo não conseguem se livrar deles. 

Alguns profissionais acreditam que a idade mínima para realização do procedimento é de 16 anos, porém, o mais recomendado é que a operação aconteça após o paciente atingir a maioridade. 

Da mesma forma, pacientes acima dos 60 anos também podem encontrar na técnica uma oportunidade de se livrar dos depósitos de gordura que são mais difíceis de remover a partir de uma certa idade. 

Alternativas para não entrar no bisturi

Para quem ainda não está preparado para realizar uma cirurgia plástica ou não está apto para tal, é possível recorrer aos procedimentos estéticos que são capazes de alcançar efeitos próximos ao do bisturi.

Dentre as alternativas mais procuradas estão a rinomodelação, preenchimento facial, tratamentos com botox e até mesmo procedimentos para remodelar o corpo como o sculptra.