Renda Extra

09/04/2019

Conheça os Métodos de Reprodução Humana

A reprodução humana consiste no uso de diversas técnicas médicas para ajudar pessoas com dificuldade para ter filhos. Os procedimentos ocorrem por meio da manipulação de, ao menos, um dos gametas do casal, sejam os espermatozoides e/ou os óvulos, e também dos meios de fecundação com o objetivo de atingir condições ideais para que a concepção aconteça.

Ao longo dos anos diversas técnicas de reprodução humana foram desenvolvidas e aprimoradas, elevando as chances de sucesso das tentativas. Ainda assim, cada caso deve ser analisado por um médico especializado para determinar as causas da infertilidade e o melhor tratamento.

A seguir saiba quando o médico especialista em reprodução humana deve ser procurado e quais os métodos realizados atualmente em todo o mundo.

Quando um casal deve procurar 
por tal procedimento?

Normalmente, um casal deve procurar um médico especialista em reprodução assistida caso mantenha relações sexuais por um período superior a um ano sem uso de contraceptivos e não tenha sucesso na concepção.

Além disso, algumas situações que aumentam as chances de infertilidade ou dificuldade de engravidar também exigem um acompanhamento médico, em geral, após seis meses de tentativas, como:
  • Quando a mulher tem mais de 35 anos (acima dos 40 anos a mulher deve procurar um profissional antes de iniciar as tentativas);
  • Quando a menstruação é irregular, ausente ou com ciclos dolorosos;
  • Tanto o homem quanto a mulher já apresentem problemas de fertilidade previamente conhecidos;
  • Tem diagnóstico de endometriose ou doença inflamatória pélvica;
  • Apresentou casos de aborto de repetição;
  • Homens e mulheres diagnosticados com câncer que necessitam iniciar tratamento oncológico ou que já foram submetidos a tais técnicas;
  • Homens com histórico de problemas sexuais, prostáticos ou testiculares.
Todas essas condições apresentam maiores dificuldades para concepção e, caso ela se realize, maiores riscos para a gestante e para o bebê, exigindo um acompanhamento médico desde o início.

Quais os métodos de reprodução humana?

Existem diferentes métodos de reprodução humana que podem ser indicados pelo médico responsável dependendo da avaliação do caso. Os custos de cada técnica só podem ser informados pelo profissional após identificar o problema de infertilidade e o procedimento mais adequado à situação. A seguir, apresentamos quatro técnicas de reprodução humana!

Namoro programado

Considerado um método de baixa complexidade, o tratamento inclui a indução da ovulação utilizando medicamentos hormonais e o monitoramento por meio de ultrassom para determinar o período da ovulação.

Com essas informações, o médico orienta que o casal tenha relações sexuais no período, incluindo no dia exato da ovulação, o que aumenta as chances de sucesso da tentativa.

Inseminação intra-uterina (IIV)

Também um método de reprodução humana de baixa complexidade a inseminação intra-uterina tem início com a estimulação ovariana da mulher e monitoramento do ciclo pelo médico para determinar o melhor momento para concepção.

Quando a ovulação estiver próxima são recolhidos os gametas masculinos (por meio de masturbação) e o material é tratado em laboratório, com separação do líquido seminal e seleção dos espermatozoides mais saudáveis.

Esse material é inserido nas trompas da paciente, facilitando a ocorrência da fecundação, principalmente quando há baixa motilidade do espermatozoide.

Fertilização in Vitro

A fertilização in vitro é considerada uma técnica de reprodução humana de alta complexidade. Nesse caso, a mulher passa pelo processo de indução ovariana e quando os folículos atingem o tamanho certo ocorre a coleta dos óvulos por meio de punção. 

Também é realizada a coleta dos espermatozoides que pode ser por masturbação ou punção.

Os gametas de ambos são analisados em laboratório e os mais saudáveis são colocados em uma solução que permite a fecundação. Quando há a formação dos embriões eles são monitorados e posteriormente transferidos para o útero da paciente.

ICSI (injeção intracitoplasmática de espermatozoide)

A ICSI é semelhante à técnica de fertilização in vitro sendo que a diferença ocorre no momento da fecundação. Em vez de deixar os gametas em uma solução, na ICSI o espermatozoide selecionado é inserido dentro do óvulo para facilitar a fecundação.

Ocorre o monitoramento do desenvolvimento do embrião e, caso esteja conforme o esperado, ele é transferido para o ovário da paciente.

As técnicas de reprodução humana estão cada vez mais seguras e contribuem para que casais com diferentes problemas de fertilidade possam realizar o sonho de ter filhos. No entanto, é essencial procurar um médico especialista em reprodução humana assistida qualificado para esses tratamentos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário