Renda Extra

19/06/2019

Perfume x Colônia: Conheça as Diferenças e Escolha seu Preferido!

Qual é melhor? Qual tem maior duração na pele? Descubra agora!

Quem é que não gosta de receber um elogio pelo perfume que está usando, não é mesmo? Poucas coisas na vida são tão prazerosas quanto ouvir um "Uau, que perfume você está usando? Adorei o cheiro!" Já ouviu isso de alguém?

Fato é que, mais do que agradar o olfato, o perfume também transmite sensações. Coco Chanel, estilista francesa e fundadora da marca Chanel S.A., já dizia “Não é possível elegância sem perfume. Ele é o acessório final, invisível e inesquecível”.

Por isso, a fragrância que escolhemos diz muito sobre como queremos ser notados pelas outras pessoas. Afinal, é possível transmitir poder, elegância, delicadeza, sensualidade e por aí vai. Mas para entender mais sobre esse universo, que tal começar com uma questão básica: perfume x colônia. Qual a diferença entre eles? Entenda a seguir.

O que é perfume?

Há muita confusão na definição desses produtos e por isso é importante explicar. Antes de mais nada, o que difere um perfume de uma colônia é a concentração da essência, que é a parte mais nobre da composição da fragrância – e também o que encarece a sua produção.

Dito isso, vamos explicar o que é perfume. O perfume, ou parfum, concentra em sua fórmula de 20% a 30% de essência, ou seja, ele é bastante forte, costuma ter duração de até 8 horas na pele e, normalmente, também possui uma boa projeção. 

E falando em projeção, no universo da perfumaria, esse termo significa o poder que determinado perfume tem de exalar ao redor. Ou seja, pessoas que gostam de "chegar chegando" e serem notadas por onde passam, devem dar preferência a perfumes com boa projeção. Esse é o segredo.

Existem também outros termos que podem traduzir características de perfumes, são eles: silagem e fixação. 

Fixação: como a própria palavra sugere, é o tempo de permanência da fragrância na pele. 
Silagem: semelhante ao poder de projeção, um perfume com boa silagem é aquele que fica no ar mesmo após a pessoa que o está usando ter saído do ambiente. É aquele cheirinho de quero mais, sabe?!

Cuidados no uso de perfume

Como possuem alta concentração de essência, os perfumes costumam ser mais fortes e, por isso, exigem alguns cuidados no uso. Afinal, ninguém quer ser conhecido como uma "pessoa com cheiro enjoativo" ou "que não dá para ficar perto".

Diferente de fragrâncias mais diluídas, como é o caso da colônia – falaremos mais adiante – a aplicação deve ser mínima nas áreas do pescoço, atrás da orelha e nos pulsos. Não esfregue os pulsos após aplicar, pois isso pode destruir algumas moléculas da fragrância e alterar o aroma original.

Durante o dia e nos dias mais quentes, dê preferência a fragrâncias leves e suaves – elas garantem elogios, sem provocar nenhuma dor de cabeça. Perfumes frutados e refrescantes são perfeitos para isso. 

Deixe os perfumes mais acentuados para a hora da noite, pois nesse período do dia eles cabem muito bem. É o caso das fragrâncias amadeiradas e com notas de couro.

Lembre-se: apesar do valor mais elevado, os perfumes possuem uma fragrância mais poderosa devido a alta concentração de essência. No fim das contas, o custo benefício, na maioria dos casos, vale a pena.

O que é colônia?

Depois de entender exatamente o que é perfume, é hora de entender o que é colônia. Se imaginarmos uma linha imaginária que define o nível de concentração de essência, o perfume estaria na ponta mais alta e a colônia no lado oposto.

Enquanto os perfumes possuem cerca de 20% a 30% de essência, a concentração das colônias não passa dos 4%. Isso significa que a colônia é ruim? De forma alguma! Apenas mostra que ambos possuem propostas diferentes. 

Diferente dos perfumes, as colônias possuem projeção, fixação e silagem de baixa a moderada. A fixação, que é a duração da fragrância na pele, normalmente, não passa de 2 horas. Isso faz da colônia uma boa pedida para uso durante o dia, após o banho e até antes de ir para a cama dormir.

Cuidados no uso da colônia

Diferente da aplicação do perfume, que precisa ser cuidadosa e em poucas quantidades, a aplicação da colônia pode ser mais "exagerada". Borrife a colônia por todo o corpo, sem medo de virar um frasco de perfume ambulante. É possível espirrar na roupa, no pescoço, nos pulsos e também atrás das orelhas.

Perfume x colônia: qual usar?

Sabendo de tudo isso, a questão é: qual deles usar? A resposta é que tudo depende do seu objetivo. Se a ideia é impressionar logo de cara, alguns perfumes importados são excelentes opções devido a sua capacidade de projeção. 

Por outro lado, se o objetivo é estar sempre bem perfumado, independentemente de projeção ou tempo de fixação, uma colônia pode cair muito bem.

Ao comprar um perfume, o seu objetivo é ser reconhecido de longe ou apenas por quem está pertinho? Conte aqui nos comentários!

Nenhum comentário:

Postar um comentário