Renda Extra

30/11/2022

Esportes radicais mais praticados no mundo

 


Conheça aqui os 6 esportes radicais mais praticados no mundo.
Confira sua história e onde praticá-los! 


Esportes radicais nos remete àquelas atividades que nos dão um friozinho na barriga. Isso porque eles elevam a adrenalina e exigem muita coragem de seus praticantes, seja no ar livre, em contato com a natureza ou explorando o espaço físico com ousadia.

Aventura, disposição, natureza e adrenalina são elementos que relacionam este tipo de atividade. Em síntese, o termo esporte radical surgiu na década de 1980, denominando esportes com alto grau de risco físico, executados em condição de perigo extremo.

Deste modo, a principal característica do esporte radical se refere ao aumento da adrenalina no organismo por conta da exigência de alto grau de condicionamento físico e mental, boa alimentação e equipamentos adequados.

Atualmente, os esportes radicais conseguem cada vez mais adeptos no mundo todo. Por isso, reunimos aqui os 6 esportes mais praticados no planeta. Conheça quais são e veja onde praticá-los com segurança. Vamos lá?

Rapel

O Rapel consiste em uma queda vertical com ajuda de uma corda. Apesar de parecer fácil, cruzar penhascos é um desafio. Muitos alpinistas e montanhistas usam essa técnica registrada desde 1840.

A atividade controla a ansiedade, melhora a coordenação motora e a concentração. Além disso, a atividade aumenta a força muscular, fortalecendo os ossos e músculos e diminuindo o estresse. 

Na prática, o monte Everest é um dos maiores desafios dos atletas, sendo a maior montanha do mundo com 8.848 metros. Em 1953, ele foi escalado pela primeira vez e leva esse nome por conta do geógrafo britânico George Everest. 

Rafting

Considerado um esporte radical que promove o ambientalismo, o Rafting iniciou em 1940 com Clyde Smith nos Canyons do Rio Snake, nos Estados Unidos. Os praticantes usam um bote inflável para navegar  sob as ondas de água doce.

A atividade proporciona condicionamento físico, reduz risco de estresse e desenvolve a musculatura do abdômen, assim como o bíceps, ombro e pernas. O esporte também desenvolve habilidades como liderança e o trabalho em equipe.

Isso porque a prática mais popular no Brasil é aquela em que as equipes se juntam para descer corredeiras e ultrapassar barreiras de cachoeiras e correntes turbulentas. Por isso, Foz de Iguaçu é um dos destinos brasileiros preferidos pelos praticantes de rafting. 

Skate

O skate agrada todos, são crianças, jovens e adultos que praticam esse esporte que consiste na criação de manobras em cima de uma prancha com rodas. Com diferentes graus de dificuldades, todo movimento é arriscado e alguns atletas se arriscam em competições.

Este esporte radical surgiu no final da década de 40 e possui mais de 100 manobras diferentes, entre elas destacamos os flips, slides, lips e freestyle. Vale lembrar que realizar essas técnicas resultam em alguns tombos e exige muito treino e coragem.

Deste modo, o skate proporciona grande gasto calórico, tonifica a musculatura, desenvolvendo a parte aeróbica e anaeróbica juntas. Assim, a prática contribui para a melhora da flexibilidade e o equilíbrio, apoiando também a socialização.

Por ser fácil encontrar pistas de skates em diversos lugares, o esporte possui muitos adeptos que andam nas ruas, em praças e parques públicos. No entanto, na cidade de Santos, a pista de Chorão se destaca entre os atletas.

Surf

Embora não existam registros, acredita-se que o surf surgiu no Oceano Pacífico. No entanto, existem relatos de que no Peru, os primeiros habitantes do país já deslizavam em ondas usando um tipo de prancha feita com cana, há 4.000 anos.

Porém, o surf faz parte da cultura polinésia e atualmente o Havaí se apresenta como o epicentro da evolução deste esporte radical. Nele, os atletas buscam encarar ondas gigantes com até 15 metros em busca de muita aventura e emoção.

Sem contar que muitos surfistas se arriscam ao nadar em territórios de tubarões, a fim de aumentar o nível de adrenalina. No Brasil, existem vários destinos para a prática como Matinhos, no Paraná, e Búzios, no Rio de Janeiro. 

Mountain Bike

Este esporte surgiu na Califórnia, Estados Unidos, por um grupo de jovens em busca de adrenalina e aventura. Desta forma, eles transformaram as provas realizadas no asfalto para as estradas de terra montanhosas, em terrenos irregulares.

Na década de 70, as bicicletas do ciclismo de estrada foram adaptadas para as pistas acidentadas. Deste modo, com câmbios e quadro reformulados, freios e pneus reforçados, surgiram as primeiras corridas da modalidade Mountain Bike.

Em 1993, ocorreu o primeiro campeonato nacional americano. Em 1990, grandes potências europeias participaram do primeiro torneio mundial deste esporte radical. Confira algumas características desta atividade:

  • Bicicletas com pneus mais grossos que as tradicionais;
  • Amortecedores traseiros visando diminuir os impactos da trilha;
  • Bicicletas pesando em média 8 e 9 kg;
  • Material de equipamento mais forte e resistente que ciclismo de estradas.

Na prática, as pistas precisam ter ao menos 85% de elevações, com declives que variam entre 4 a 6 quilômetros. Os atletas possuem, em média, 1h e 30 para completar a prova.

Paraquedismo

É impossível fazer uma lista dos esportes radicais mais praticados do mundo sem citar o paraquedismo. Afinal, é necessária muita coragem e ousadia para encarar esta prática que libera altos níveis de adrenalina.

Muito conhecido entre os brasileiros, o esporte consiste em uma queda livre com auxílios da gravidade e controle da velocidade por meio do paraquedas. O balconista francês André-Jacques Garnerin, inventor do equipamento, fez o primeiro salto da história em uma altura de 980 metros em Paris.

Embora seja considerada uma atividade de alto risco, as fatalidades são raras. Já que, atualmente, o equipamento é seguro e até mesmo as forças armadas usam em operações especiais.

No Brasil, muitas pessoas buscam o alívio do estresse e a sensação de liberdade que só o salto consegue proporcionar. Assim, pular de paraquedas em Boituva é um dos destinos mais procurados por quem deseja viver essa experiência cheia de adrenalina.




Nenhum comentário:

Postar um comentário