Renda Extra

17/05/2020

Quem faz Abdominoplastia Pode Voltar a ter Barriga?

Muitas pessoas sonham em ter um abdômen mais bonito e definido. Algumas atingem esse objetivo com meses de alimentação balanceada e exercícios físicos, mas outras não têm o mesmo resultado apesar de seguir a mesma receita. Nesses casos, a abdominoplastia é a cirurgia que pode fazer com que o sonho da barriga “lisinha” se torne realidade.

É indiscutível que a realização de uma abdominoplastia requer um investimento substancial. Por conta disso, as pessoas interessadas no procedimento se preocupam com o resultado que podem conseguir e, principalmente, se a temida “barriguinha” pode dar as caras novamente. Confira neste artigo se isso pode acontecer e como evitar o retorno da gordura, estrias e flacidez abdominal.

A Barriga pode Reaparecer após a Abdominoplastia?

A resposta é: sim. A abdominoplastia é um procedimento um pouco invasivo que requer cuidados que vão além do período pós-operatório, quando o inchaço e a sensibilidade estão em evidência. O resultado definitivo pode sofrer vários tipos de interferências do estilo de vida do paciente após a fase de recuperação. As principais delas são:

  • Ganho significativo de peso;
  • Ocorrência de gravidez após o procedimento.


Como Evitar o Retorno da Gordura e Flacidez Abdominal?

A pessoa que quiser valorizar o investimento feito na cirurgia plástica no abdômen precisa se atentar aos seus hábitos de vida. Isso porque um dos fatores que faz com que o paciente “perca” o resultado conquistado com a cirurgia é a ideia de que nunca mais engordará.

No entanto, se o indivíduo mantém uma alimentação com muito sódio, gordura trans e bebidas alcoólicas e gaseificadas em algum momento o resultado aparecerá na região abdominal. Portanto, é fundamental que a pessoa que se submete à abdominoplastia faça algumas mudanças no seu estilo de vida para evitar que a barriga volte. Algumas medidas interessantes são:

  • Realizar exercícios físicos regularmente, sejam eles intensos ou não;
  • Manter uma alimentação majoritariamente saudável, com frutas, legumes e verduras;
  • Restringir o consumo de bebidas alcoólicas para eventos especiais, sempre evitando o exagero.


Outra medida que pode evitar o retorno da gordura, flacidez e estrias abdominais é o planejamento da gravidez. Por exemplo: se a mulher está apta para fazer a cirurgia plástica no abdômen, mas pretende engravidar no futuro, é interessante que ela exponha esse desejo para o cirurgião plástico. Assim, o profissional verifica a existência de outro procedimento que ofereça os resultados que a paciente deseja.

Obviamente, em alguns casos a gravidez surge de maneira inesperada e em outros a mulher que antes não queria ter filhos muda de ideia no futuro. Contudo, é fundamental que a mulher avalie a real necessidade de fazer uma abdominoplastia junto ao cirurgião plástico, bem como esteja ciente de que em caso de gestação o resultado pode ser perdido.

A abdominoplastia é uma cirurgia que proporciona resultados satisfatórios, entretanto, a participação do paciente é essencial para a manutenção do resultado. É claro que a expertise do cirurgião plástico conta muitos pontos, mas é o comprometimento do paciente com o resultado obtido com o procedimento que fará com que o excesso de gordura abdominal seja coisa do passado.






Nenhum comentário:

Postar um comentário