Renda Extra

16/11/2020

Cuidados fundamentais na prevenção do câncer de pele

 

O câncer de pele, comum no Brasil, pode ser do tipo melanoma ou do não-melanoma.

Os melanomas são menos frequentes, representando 3% em todos os casos de câncer de pele apresentados no país, porém são mais perigosos e mais agressivos que os não-melanomas.

Ainda que os não-melanomas possuam altos percentuais de cura, esse tipo de câncer representa cerca de 30% de todos os tumores malignos registrados no país, e pode causar grande desconforto ao paciente, necessitando também de cuidados e atenção.

Prevenir-se contra o câncer de pele, independentemente do tipo, geralmente não é algo difícil, mas demanda atenção e até mesmo a criação de uma rotina pelo paciente.

Conheça os cuidados fundamentais na prevenção de câncer a seguir!

1. Horários adequados para a exposição solar

O sol é um grande influenciador para o surgimento de câncer de pele.

Tomar sol é fundamental, especialmente porque nosso organismo precisa sintetizar a vitamina D, por exemplo, mas existem horários que o sol pode ser menos prejudicial para a pele. Atualmente, recomenda-se tomar sol até 10h ou após as 15h.

2. Protetor solar

Ainda falando sobre a exposição aos raios solares, é fundamental fazer o uso protetor solar, para que a pele seja protegida. É importante tomar esse cuidado também durante situações cotidianas.

O uso de óculos que protejam contra raios UV e de roupas que protejam o corpo também são benefícios.

3. Sintomas

Observe se há surgimento de manchas em sua pele. Manchas que mudam de pele e tamanho são um dos principais sintomas de câncer de pele

Prevenir-se é também se auto examinar constantemente. É muito mais fácil vencer um câncer de pele se você o descobre o mais cedo possível.

4. Componentes genéticos

Investigue a história de sua família a respeito desta enfermidade. A existência de um forte componente genético no aparecimento de cânceres de pele já é consenso entre os oncologistas.

Portanto, fale com seus pais, avós e tios a respeito. Se alguns deles já enfrentaram esta doença, você precisa ficar ainda mais atento a respeito.

5. Quando devemos começar a nos preocupar com câncer de pele?

A chance desse tipo de câncer ocorrer é maior em adultos mais velhos. No entanto, o melanoma, em particular, acomete regularmente indivíduos com menos de 30 anos.

Há também razoável incidência da doença em idosos, pois tais pessoas acumularam ao longo da vida uma exposição excessiva ao sol, a qual acaba causando a doença quando chegam à 3ª idade.

E atenção: em áreas mais ensolaradas e expostas do Brasil — como o interior paulista, por exemplo —, existem registros de câncer de pele até em jovens de 20 anos.

6. Excesso de autoconfiança

O excesso de autoconfiança costuma fazer com que muita gente não se proteja adequadamente contra o câncer de pele, colocando-se em situações de risco.

Atente-se aos principais erros:

  • Indivíduos de pele clara podem desenvolver a doença com maior frequência. Entretanto, pessoas de pele negra ou parda não estão imunes a este mal. Todo cuidado é essencial para a prevenção!
  • Muitas pessoas optam por se proteger do sol apenas nas praias, o que é um erro. O sol, independentemente do local, pode ocasionar os mesmos efeitos! Devemos nos proteger sempre;
  • Quanto aos protetores solares, o equívoco costuma estar na quantidade aplicada. É comum as pessoas usarem menos do que deveriam, esquecendo-se também de reaplicar o produto.

Todo cuidado é essencial na
prevenção do câncer de pele!


Nenhum comentário:

Postar um comentário